MENU

Maratona de São Paulo largará no novo cartão postal da cidade

Maratona de São Paulo largará no novo cartão postal da cidade

Atualizado: Quarta-feira, 7 Maio de 2008 as 12

Maratona de São Paulo largará no novo cartão postal da cidade

 

A ponte Octavio Frias de Oliveira, conhecida como Ponte Estaiada, será o ponto de largada do novo percurso da prova

A Maratona Internacional de São Paulo, que este ano chega à 14ª. edição, largará no mais novo cartão postal da cidade, a Ponte Octavio Frias de Oliveira, mais conhecida como Ponte Estaiada, no Brooklin, que deverá ser inaugurada no dia 10 de maio. Desta forma, a competição, que será disputada na manhã do 1º. de junho, terá um novo percurso, com largada na Avenida Jornalista Roberto Marinho em vez do Obelisco do Ibirapuera, que desta vez será local apenas da chegada da maratona e da prova dos 10 quilômetros. O evento de 2008 terá muitas outras novidades, sempre em busca de melhor qualidade e mais conforto aos participantes.

Além da prova dos 42.195 metros, que dá nome à competição, e dos 10 quilômetros, a Maratona de São Paulo dá oportunidade de participação para atletas com diferentes graus de condicionamento físico. Estão programadas ainda uma corrida de 5 km e uma caminhada na mesma distância, com largada e chegada na Avenida Roberto Marinho. A prova terá transmissão pela TV Globo dentro do Programa Esporte Espetacular.

Considerada a principal competição da distância no país, o evento ganha este ano quatro novos pórticos, distribuídos pelo percurso, com a informação do tempo de corrida para facilitar o controle de ritmo dos participantes. Os atletas contarão com 15 postos de hidratação, atendimento médico e serviços nos 42.195 metros da maratona, além de dois postos com isotônicos e um de suplemento alimentar (carboidrato em gel).

Com a mudança do percurso - a prova tinha largada e chegada próximo ao Obelisco do Ibirapuera -, os organizadores vão oferecer transporte gratuito aos interessados. Uma linha circular ligará o Ibirapuera à Avenida Jornalista Roberto Marinho das 5 às 8 horas do dia 1º de junho. Com isso, as assessorias esportivas poderão montar suas tendas de atendimento no Ibirapuera, próximo da chegada, e os corredores da maratona e dos 10 km podem ser transportados para a área de largada.

Estão definidas também cinco áreas que servirão como estações de motivação para os atletas. As atrações ainda serão definidas pelos organizadores e anunciadas nos próximos dias.

"A Maratona de São Paulo ganha novas atrações a cada ano e, com isso, se solidifica como um dos principais eventos do país. A infra-estrutura e organização da prova já são melhores do que as de muitas outras maratonas do exterior", comentou Thadeus Kassabian, diretor de Operações da Yescom, organizadora do evento. "Fica um convite para que os brasileiros prestigiem a competição."

Na edição de 2007, o Quênia mostrou mais uma vez o seu poderio e ganhou as categorias masculina e feminina como Reuben Chepkwek e Jacqueline Chebor. Os brasileiros mais bem colocados na prova foram Marizete Moreira dos Santos (segundo lugar) e Luís Paulo da Silva Antunes (terceiro).

A Maratona Internacional de São Paulo, que conta pontos para o Ranking Yescom, para o Ranking CBAt/CAIXA de Corredores de Rua e para o Ranking da Rede Globo/Yescom, é uma realização da Rede Globo, com organização da Yescom, patrocínio da Caixa Econômica Federal e Oi, com apoio de Gatorade, Mizuno, Yamaha e Montevérgine. A supervisão é da IAAF, CBAt, AIMS e FPA, com apoio da Prefeitura de São Paulo.

veja também