MENU

Marca inédita de Isinbayeva completa 5 anos ainda longe de ser superada

Marca inédita de Isinbayeva completa 5 anos ainda longe de ser superada

Atualizado: Quinta-feira, 22 Julho de 2010 as 1:21

Há exatos cinco anos, Yelena Isinbayeva escrevia seu nome na história do atletismo mundial. Em 22 de julho de 2005, em Londres, a russa superou a barreira dos 5m no salto com vara e se tornou a primeira mulher a alcançar a altura na modalidade. Desde então, foram mais cinco recordes mundiais (chegou a 5,06m), todos creditados à bicampeã olímpica, que decidiu tirar um ano sabático após resultados ruins e só volta a competir em 2011. Com a ausência da musa do cenário internacional, não houve novas marcas, já que suas adversárias ainda falham em ultrapassar os 4,92m (da americana Jennifer Suhr). Por isso, o GLOBOESPORTE.COM decidiu perguntar: por que é tão difícil alcançar o número mágico dos 5m?

- O atleta precisa de determinação para não se acomodar. Às vezes, mesmo tendo talento, ela acaba não chegando ao seu máximo por achar que já está bom o que ela fez ou até mesmo achar que ser a melhor do país já é o suficiente. A parte psicologica é muito individual e não é fácil de ser trabalhada. Um atleta é diferente do outro mesmo fazendo o mesmo treino. O que muda é a forma como ele encara o treino, a competição e onde ele realmente quer chegar – disse o técnico de Fabiana Murer, Elson Miranda.

Na escala de evolução das marcas mundiais de salto com vara apenas três atletas estão próximas de Isinbayeva. A americana Jennifer Suhr foi a que chegou mais perto, com 4,92m. Já a compatriota da recordista, Svetlana Feofanova parou nos 4,88m. Campeã mundial indoor, a brasileira Fabiana Murer acaba de alcançar 4,85m. Mas Elson projeta que sua pupila possa chegar aos 4,90m ainda em 2010 e saltar os 5m no próximo ano, quando disputará o Mundial de Atletismo, na Coreia do Sul.

Confira a evolução das marcas do salto com vara nos últimos anos:

- Acredito que um bom trabalho seja melhorar a técnica junto com a condição fisica. É preciso ter paciência, já que não são todos que conseguem alcançar a marca dos 5m. É muito dificil fazer um bom resultado em uma grande competição como o Mundial, pois, pensando na disputa de medalhas, a atleta tem que saltar mais alturas para ir conquistando uma posição. Mas é possivel disputar uma medalha se a Fabiana saltar 5m na temporada do ano que vem – explicou Elson.

Fabiana confia em novas marcas em 2011

Fabiana Murer acredita que está perto de alcançar os 5m. Para alcançar seu objetivo, a saltadora mudou a técnica e ampliou seu número de passadas de 16 para 18 em 2010.

- Assim, eu tenho uma melhor condição de chegar veloz no final da corrida para saltar mais alto. Acho que eu ainda estou me adaptando a essa mudança, mas acredito que posso chegar nos 5m nos próximos anos. Falando na Yelena, ela é uma grande atleta, com talento para fazer salto com vara. Foi bem treinada e conseguiu achar esse caminho para os 5m. Acredito que eu e as outras atletas ainda estamos um pouco atrasadas, mas acho que vamos chegar nessa marca – concluiu a atleta da BM&F.

Recorde masculino também dura mais de 15 anos

Na disputa masculina do salto com vara a história não é diferente. O recorde mundial do ucraniano Sergey Bubka, de 6,14m, conquistado em 31 de julho de 1994, vai completar 16 anos. Melhor atleta do Brasil na modalidade, Fábio Gomes da Silva explica o motivo da marca do atleta, que foi treinado pelo mesmo técnico de Isinbayeva, o ucraniano Vitaly Petrov, durar tanto tempo.

- Essa é uma prova que depende de uma técnica mais apurada. O Bubka foi um atleta que conseguiu se adaptar a isso e rendeu seu melhor, mesmo quando não estava na melhor forma. Isso fez com que ele ficasse acima dos outros – afirmou o atleta.

Fábio, que já saltou 5,50m, acredita que a marca de Bubka ainda pode ser superada.

- Não acho que é impossível. A única coisa é que a preparação dos atletas tem que ser melhor para que eles possam chegar ao mesmo nível ou até além. Não sei dizer até onde eu posso chegar, treino sempre para que eu possa fazer um grande resultado. Apenas isso – concluiu.

veja também