MENU

Marcelinho Paraíba se rebela contra Ricardo Gomes

Marcelinho Paraíba se rebela contra Ricardo Gomes

Atualizado: Quarta-feira, 5 Maio de 2010 as 7:23

Depois do lateral-direito Cicinho e do atacante Washington, nesta terça-feira foi a vez de Marcelinho Paraíba reclamar do técnico Ricardo Gomes. Chamado para entrar em campo aos 42 minutos do segundo tempo, o camisa 11 não escondeu a sua insatisfação. Jogou seu colete no chão e não estendeu a mão para o treinador antes de substituir Fernandinho.

Após a partida, o jogador, feliz com a classificação, confirmou que não gostou de ir para o jogo nos minutos finais.

- Queria ter entrado mais cedo para poder ajudar os companheiros. Mas o Ricardo está perdoado, e estamos de parabéns pela classificação - afirmou o jogador.

Ao comentar o assunto, o diretor de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, deixou claro que não gostou do que aconteceu.

- O Ricardo Gomes está mais sólido conosco do que qualquer atleta. Estes precisam respeitar a hierarquia que existe aqui. Em muitos casos que vocês nem ficaram sabendo, o jogador acabou indo para o olho da rua por causa disso. Estamos acompanhando tudo com muita atenção - afirmou o dirigente, que certamente terá uma conversa reservada com o meia-atacante para lhe dar uma advertência.

Ricardo Gomes, durante a entrevista coletiva, disse que não vai mudar a sua maneira de agir por causa de uma possível insatisfação dos atletas.

- Você acha que jogadores como Léo Lima, Cléber Santana e Marcelinho Paraíba estão satisfeitos com o banco de reservas? É claro que não. Mas não vou mudar a minha maneira de pensar. Se ele entrou tarde ou cedo, fui eu que decidi e não vou mudar - ressaltou o treinador.

Por Carolina Elustondo e Marcelo Prado

veja também