MENU

Marcos Assunção reencontra Bahia adversário do melhor jogo da carreira

Marcos Assunção reencontra Bahia adversário do melhor jogo da carreira

Atualizado: Quinta-feira, 18 Agosto de 2011 as 11:15

Marcos Assunção é hoje o principal jogador do Palmeiras. A afirmação é categórica, é confirmada por comissão técnica, dirigentes e companheiros de equipe. Por isso a volta dele depois de uma suspensão é tão comemorada, ainda mais contra um rival que produz ótimas lembranças ao volante. Diante do Bahia, nesta quinta-feira, às 21h, no Canindé, Assunção vai reencontrar o time que foi vítima da melhor atuação de sua carreira.

Foi em 24 de março de 1998, no jogo de ida das oitavas-de-final da Copa do Brasil. Atuando pelo Santos, Assunção enfrentou o Bahia na Fonte Nova. O empate por 3 a 3 contou com três gols do volante, todos de falta, sua especialidade. A lembrança está tão viva na memória do jogador, que antes mesmo de terminada a pergunta sobre o melhor jogo de sua carreira ele disparou:

- Santos e Bahia, 1998, Copa do Brasil.     Foi a única vez em que ele fez três gols no mesmo jogo, façanha ainda mais valorizada por todos terem saído das cobranças de falta. Desafiado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, Marcos Assunção tentou puxar na memória a posição das três faltas.     - Com três gols de falta no mesmo jogo, não tem quem não olhe. Certamente foi decisivo - admitiu o volante.

Mesmo com a fase turbulenta do Palmeiras, com problemas de ambiente e há quatro jogos sem vencer, Assunção surge como esperança de melhora no Verdão. Foi dele o único gol do time nesses quatro jogos, e de falta, como quase sempre. Com contrato até o fim de 2012, ele já avisou que quer encerrar a carreira no Palmeiras - vale lembrar que ele renovou depois de ter recebido proposta do... Bahia. O adversário desta quinta só tem ajudado o volante.

Marcos Assunção é homem de confiança do técnico Luiz Felipe Scolari (Foto: Futura Press)          

veja também