MENU

Marcos confirma interesse em se aposentar esse ano

Marcos confirma interesse em se aposentar esse ano

Atualizado: Sexta-feira, 5 Março de 2010 as 12

O goleiro Marcos está esgotado do futebol. Desanimado, o capitão palmeirense confirmou nesta sexta-feira a vontade de abandonar os gramados no término da temporada. Um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, o jogador culpou os problemas físicos e as seguidas lesões pela aposentadoria, mas deixou claro que só tomará a decisão no fim do ano.

"Para não manchar a imagem que construí acho uma boa parar. Pela minha situação física, o Palmeiras precisa de sangue novo, de um jogador mais paciente. Vai ser bom para todo mundo que estiver em campo e para mim, que poderei dormir tranquilamente", declarou o atleta de 36 anos.

Apesar de confirmar o interesse em deixar o futebol, Marcos ainda cogitou a possibilidade de seguir atuando pelo Palmeiras. Porém, estabeleceu uma condição: permanecer no máximo como um reserva.

"Não dá para jogar 70 jogos na temporada. Quem sabe no fim do ano decido ficar, mas apenas na reserva para ajudar o Bruno e o Deola. A questão de parar é relativa, vamos ver o que vai acontecer. Só sei que não vou aguentar mais atuar como tenho feito", completou o camisa 12.

Atualmente, Marcos possui contrato firmado com o Palmeiras até o fim de 2011. No acordo, existe uma cláusula que o deixa com a possibilidade de assumir um cargo da comissão técnica assim que deixar os gramados. O goleiro, no entanto, ressaltou não saber nem mesmo se tem vontade de seguir este caminho.

"Não sei se terei interesse de seguir no futebol logo quando parar. Às vezes, é melhor dar um tempo e por isso nem sei se vou integrar a comissão técnica", afirmou o jogador.

O assunto da aposentadoria de Marcos veio à tona no intervalo da partida contra o Santo André da última quarta-feira. Depois de falhar no segundo gol do time do ABC, o goleiro afirmou que o sofrimento da torcida com ele terminaria no fim do ano.

Titular do Palmeiras há mais de uma década, Marcos teve uma série de lesões que reduziram sua participação nos gramados ao longo dos últimos anos. O jogador confirmou que os problemas físicos são os principais culpados por sua decisão.

"O Marcos de 99, com 26 anos, é bem diferente do Marcos de hoje. Tem chegado muitas bolas no gol e não tenho condição de pegar todas. Perdi agilidade, velocidade de arrancada e sinto que estou cada vez mais limitado. Chega uma hora que realmente não dá mais", concluiu.

Por: Rodrigo Farah

veja também