MENU

Marcos: 'Tenho mais dor do que vontade de continuar a jogar'

Marcos: 'Tenho mais dor do que vontade de continuar a jogar'

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 11:38

Marcos, em ação contra o Avaí (Agência Estado)

  Marcos se sente bem e vive um momento interessante dentro do Palmeiras. Na goleada por 5 a 0 sobre o Avaí, domingo, no Canindé, ele chegou ao seu sétimo jogo seguido e não dá sinais de querer deixar a equipe. As dores no joelho esquerdo continuam martelando, mas de forma suportável. Com aposentadoria marcada para o fim do ano, o “Santo” é questionado a cada boa atuação se não repensaria sua decisão. Com uma brincadeira, Marcos ressaltou que dificilmente mudará seu pensamento.

- Até tenho vontade de continuar, mas tenho mais dor do que vontade. Se quiserem renovar para eu ser terceiro goleiro, tudo bem, aí entro em uns joguinhos e está tudo certo. Mas se eu falar que vou renovar por mais um ano, o Deola e o Bruno se suicidam – riu o camisa 12, lembrando-se dos reservas.   Deola foi titular em boa parte da temporada, enquanto Marcos se recuperava dos problemas físicos. Hoje ele é reserva e favorito a ocupar a vaga no gol depois da aposentadoria do “Santo”. Bruno, terceiro goleiro, foi emprestado para a Portuguesa depois que a comissão técnica teve garantias de que Marcos poderia atuar na maior parte dos jogos da temporada.

Mas, mais importante do que voltar a jogar em bom nível é ser útil ao Palmeiras. E isso Marcos tem conseguido, reeditando grandes atuações de sua carreira e praticando defesas difíceis em todos os jogos. A experiência tem servido, principalmente, para organizar o sistema defensivo, que sofre poucos gols.

- Acho que não estou comprometendo, estou ajudando bastante na orientação da zaga. Hoje (domingo, contra o Avaí) nosso time errou menos na bola aérea e a tendência é melhorar – disse Marcos.

No segundo tempo do duelo contra o Avaí, Marcos chegou a ser atendido pelos médicos ao sentir dores mais fortes no joelho. Depois do susto, ele atuou normalmente até o apito final e deve estar à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari para o jogo contra o Ceará, no próximo domingo, em Fortaleza – o seu oitavo consecutivo na meta palmeirense.          

veja também