MENU

Mark Webber voa na Turquia e marca a sétima pole da RBR na temporada

Mark Webber voa na Turquia e marca a sétima pole da RBR na temporada

Atualizado: Sábado, 29 Maio de 2010 as 1:40

O sétimo treino classificatório da temporada, na Turquia, tinha um cenário familiar para Mark Webber. Afinal, como em suas três poles em 2010, o australiano não tinha se destacado nos treinos livres. E, pela quarta vez no ano, a terceira seguida, o líder do campeonato vai largar na primeira posição do grid de largada. De quebra, ainda conseguiu a sétima pole para a RBR, que ainda teve o alemão Sebastian Vettel em terceiro, após um erro em sua última volta.

Entre os dois carros da equipe austríaca sai o inglês Lewis Hamilton, que chegou a ameaçar a pole de Webber em sua última volta. O piloto da McLaren marcou as melhores parciais do treino no primeiro e no terceiro trechos, mas deixou a desejar no segundo e acabou 138 milésimos atrás do australiano, na segunda posição em Istambul.

Os três primeiros do grid de largada na Turquia: Vettel (3º), Webber (pole) e Hamilton (2º) (Foto: AFP)   Felipe Massa, maior vencedor do GP da Turquia, não conseguiu um bom desempenho no treino classificatório e larga apenas na oitava posição do grid de largada. O brasileiro da Ferrari, ao menos, superou o companheiro Fernando Alonso, que não conseguiu uma vaga na superpole. O espanhol cometeu mais um de seus erros na temporada e perdeu a volta rápida com os pneus macios na segunda parte. Ele sai apenas em 12º neste domingo. A corrida está marcada para as 9h (de Brasília), com transmissão ao vivo da Rede Globo.

- O carro não teve problemas. Eu é que não fui rápido o suficiente - lamenta Alonso.

O brasileiro Rubens Barrichello, da Williams, larga em 15º após ser eliminado na segunda parte do treino classificatório. Já Bruno Senna caiu outra vez na primeira fase, mas parece ter conseguido ao menos alguma evolução. O brasileiro da Hispania escapou da última fila e vai largar em 22°, após superar o compatriota Lucas di Grassi, da VRT, que ficou apenas em 23º no grid em Istambul, à frente apenas do indiano Karun Chandhok.

O treino

A primeira parte do treino classificatório não teve grandes surpresas. Seis dos sete eliminados, como sempre, foram os carros das equipes novatas - Lotus, VRT e Hispania. Seguindo o revezamento entre os times médios da categoria, a outra vítima no Q1 foi o italiano Vitantonio Liuzzi, da Force India, que chegou a rodar neste trecho da sessão e perdeu muito tempo.

- O carro estava bom na sexta e fui mais rápido que o Timo (Glock), meu companheiro, nos dois treinos livres. Na manhã deste sábado, tivemos um problema no motor, que falhava muito nas retas. Foi o melhor que eu pude fazer - diz di Grassi.

Em um fim de semana complicado com a Williams, Barrichello chegou a correr risco de ficar fora da segunda parte do treino, mas uma boa volta a um minuto do fim do Q1 o colocou na 11ª posição. O brasileiro acabou superado por mais alguns carros, mas acabou passando confortávelmente ao Q2, sem correr tantos riscos.

A segunda parte do treino teve um eliminado ilustre: Fernando Alonso. O espanhol não conseguiu uma boa volta em sua tentativa com os pneus duros e estava fora da zona dos dez classificados para a superpole. Em 12º e a um minuto do fim, ele vinha rápido, mas errou na curva 12, perdeu a freada e não conseguiu mais marcar um tempo suficiente para avançar ao Q3.

Após escapar do corte no Q1, Barrichello chegou ao limite de seu carro no Q2 e marcou apenas o 15º tempo. O brasileiro, pelo menos, ficou duas posições à frente de Nico Hulkenberg, seu companheiro na Williams, o 17º no grid na Turquia.

- Lutei bastante, o acerto do carro não está ruim. Estamos sofrendo com a potência do motor. As mudanças que a gente trouxe para cá não deram resultado. A velocidade de reta não é boa. Está perto, mas não o suficiente - lamenta Barrichello.

Na superpole, tudo parecia indicar uma pole de Vettel, que tinha dominado as duas primeiras partes do treino. Só que o alemão errou em suas duas tentativas e marcou apenas o terceiro tempo. Webber, líder do campeonato, foi discreto mais uma vez e arrancou a primeira posição. Nem mesmo a boa volta de Hamilton, no fim, assustou o australiano.

Confira o grid de largada para o GP da Turquia:

1 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - 1m26s295

2 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - 1m26s433

3 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 1m26s760

4 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 1m26s781

5 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - 1m26s857

6 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1m26s952

7 - Robert Kubica (POL/Renault) - 1m27s039

8 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1m27s082

9 - Vitaly Petrov (RUS/Renault) - 1m27s430

10 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - 1m28s122

Eliminados na segunda parte do treino classificatório:

11 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - 1m27s525

12 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1m27s612

13 - Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari) - 1m27s879

14 - Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - 1m28s273

15 - Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - 1m28s392

16 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - 1m28s540

17 - Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth) - 1m28s841

Eliminados na primeira parte do treino classificatório:

18 - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes) - 1m28s958

19 - Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth) - 1m30s237

20 - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth) - 1m30s519

21 - Timo Glock (ALE/VRT-Cosworth) - 1m30s744

22 - Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth) - 1m31s266

23 - Lucas di Grassi (BRA/VRT-Cosworth) - 1m31s989

24 - Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth) - 1m32s060   fonte: globo.com.br

veja também