MENU

Martinuccio e Lanzini assinam com o Flu, e Palmeiras promete ir à Fifa

Martinuccio e Lanzini assinam com o Flu, e Palmeiras promete ir à Fifa

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2011 as 5:22

Martinuccio vai reforçar o Fluminense (Foto: AFP)

  Os apoiadores Martinuccio e Manuel Lanzini assinaram contrato com o Fluminense na tarde desta quarta-feira, em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro. O primeiro teve 50% de seus direitos adquiridos ao Peñarol e acertou por quatro temporadas. Já Lanzini foi emprestado pelo River Plate-ARG por um ano. Os argentinos serão apresentados nesta quinta, muito provavelmente na antiga tribuna de honra da arquibancada do Estádio Manoel Schwartz, nas Laranjeiras, já que o Salão Nobre está com preparativos para as festas de aniversário de 109 anos do clube.

O caso Martinuccio é o que deu mais trabalho para a diretoria. Mas o Fluminense está tranquilo e não vai oferecer dinheiro, muito menos jogadores o Palmeiras, que alega ter um pré-contrato assinado pelo atleta, com multa estipulada em R$ 50 milhões em caso de rescisão. O clube paulista garante que levará o caso à Fifa..

Depois de chegar ao Rio de Janeiro na última segunda-feira, o argentino, destaque do Peñarol na última Libertadores, se reuniu nesta quarta com parte da diretoria para acertar os últimos detalhes de seu contrato de quatro anos. O Tricolor adquiriu 50% dos direitos econômicos do jogador por 600 mil euros (cerca de R$ 1,3 milhão). O baixo valor se deu por causa do pouco tempo de contrato restante entre o apoiador e o Peñarol.

Para se resguardar no caso, o Fluminense chamou o advogado especializado em direito internacional Daniel Cravo, que presta serviços ao clube, para analisar o documento. Segundo pessoas ligadas à diretoria, ele deu seu parecer de que o Tricolor não terá problemas, uma vez que o pré-contrato não é válido.

Nesta quarta-feira, o advogado passou parte da manhã nas Laranjeiras. Indagado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, Cravo disse que não estava autorizado a dar entrevistas sobre o assunto. Ele estava acompanhado de dois representantes do Peñarol, que foram presenteados com camisas do clube das Laranjeiras. E um deles até pediu para já colocar o nome de Martinuccio às costas. Vale lembrar que o presidente do Flu, Peter Siemsen, também é advogado.     Com 15 páginas, o pré-contrato com o Palmeiras prevê todos os vencimentos do argentino no período de três anos do acordo, que passaria a valer a partir do dia 2 de agosto. O compromisso dele com o Peñarol termina no fim deste mês. Caso não cumpra o estipulado, Martinuccio poderia até ficar sem jogar por algum tempo - a Fifa pode puní-lo com seis meses de suspensão. Além disso, o clube que o contratasse teria o ônus de pagar a multa, segundo o Alviverde.  

Ainda nesta quarta-feira, a assessoria de imprensa do clube das Laranjeiras deve divulgar a primeira foto de Martinuccio com a camisa do Fluminense. Durante a manhã, um suposto perfil do empresário do jogador, Marcelo Lombilla, no Twitter divulgou a imagem do apoiador assinando alguns papéis. A imagem, no entanto, ainda não era da assinatura do contrato com o Tricolor. 

De novo?

Palmeiras e Flu já tiveram disputa parecida por outro jogador no fim de 2007: Thiago Neves, hoje no Flamengo. Na ocasião, ele assinou pré-contrato com o Verdão, mas acabou renovando seu vínculo com o clube carioca. As duas diretorias chegaram a um acordo, e o atacante Lenny acabou sendo cedido ao Palmeiras, além ainda de 20% dos direitos econômicos do Diego Souza que ainda pertenciam ao clube carioca. Dessa vez, o Tricolor garante que não oferecerá nada ao clube paulista

- Aquele caso era bem diferente, o contrato não estava tão bem amarrado quanto esse. Ali não tinha como reclamar. Já o contrato do Martinuccio está perfeito, não há brechas - assegura André Sica, advogado do Palmeiras.

A última partida de Martinuccio pelo Peñarol foi a final da Libertadores, no dia 22 de junho, quando o time uruguaio acabou derrotado pelo Santos e perdeu o título no Pacaembu. Por isso, o argentino, caso seja anunciado como novo jogador tricolor, ainda precisará de um tempo para se recondicionar fisicamente antes de estrear.           

veja também