MENU

Mascote brasileiro do Mundial será divulgado pela Fifa após a Euro

Mascote brasileiro do Mundial será divulgado pela Fifa após a Euro

Atualizado: Sexta-feira, 7 Outubro de 2011 as 2:35

A imagem do mascote da Copa do Mundo de 2014 será divulgada em julho ou agosto de 2012, precisamente após a disputa da Eurocopa. A confirmação foi feita por Jay Neuhaus, responsável pelo marketing da Fifa no Brasil, na manhã desta sexta-feira, em um evento no Centro do Rio de Janeiro. A ação é de responsabilidade do departamento de estratégia e gestão da marca do mundial, que é faz parte da própria entidade máxima do futebol.

- Isso acontecerá depois da Eurocopa. Normalmente é o que a Fifa faz - limitou-se a dizer.

Ainda não existe uma seleção oficial das opções, nem mesmo se sabe o que ela representará. Uma referência ao ídolo mundial Pelé ou a um símbolo da cultura nacional, com o saci, não estão descartadas. O cartunista Maurício de Sousa, criador da Turma da Mônica. foi um dos que sugeriu o uso do Rei do Futebol, que, como "Pelezinho", fez sucesso em muitos de seus quadrinhos.

Na última Copa, jogada na África do Sul, o mascote escolhido foi o leopardo Zakumi, um animal de origem africana. Confira aqui a relação deles desde a "estreia" , no Mundial da Inglaterra, em 1966.

'Marketing de emboscada'

Durante a palestra no Rio Market 2011, Jay Neuhaus disse que está sendo estudada uma estratégia para impedir o uso indevido de imagens de outros patrocinadores que não são exclusivos da Copa em áreas ao redor dos estádios-sede - o chamado "marketing de emboscada", um dos temas tratados com mais cuidado na Lei Geral da Copa. Haverá um espaço demarcado em que os comerciantes não poderão fazer propagandas de outras marcas, principalmente de cerveja.

- Na Copa do Mundo da África, houve uma informação errada de que a Fifa fecharia os bares que ficavam ao redor dos estádios. Não foi verdade. O que fizemos foi passar para esses comerciantes as normas da competição. No Brasil, ninguém ficará proibido de trabalhar, mas não poderá entregar, por exemplo, panfletos de divulgação da sua loja. O que acontece é um bar espalhar a marca de uma cerveja no período que antecede a competição. Isso não pode acontecer.

Luta contra os ambulantes

Além da conscientização dos bares e outros tipos de comércio, a Fifa anda preocupada com os ambulantes que costumam rondar os jogos de futebol. Segundo Jay, a polícia terá de ser a responsável por cuidar desse "problema" durante a competição.

- Um estádio tem três perímetros: externo, interno e comercial. Em cada um das 12 sedes, teremos um perímetro externo fechado (ainda não foi estipulado o tamanho). Um evento da Copa é bem mais do que acontece dentro do estádio. Precisamos de uma área para o estacionamento dos caminhos da televisão e também as tendas para a imprensa escrita. Outra preocupação é com os ambulantes. Essa área a gente patrulha com a polícia. Qualquer atividade que não seja oficial será combatida. Um dos nossos papeis fundamentais é garantir a exclusividade dos patrocinadores - esclareceu o executivo.        

veja também