MENU

Matheus Carvalho e Wellington Nem tentam aprender com Fred e Conca

Matheus Carvalho e Wellington Nem tentam aprender com Fred e Conca

Atualizado: Terça-feira, 1 Fevereiro de 2011 as 4:34

Se ter ídolos como referência é apontado como um dos motivos para o crescimento de um jovem no esporte, o Fluminense pode ter bastante esperança no sucesso de Matheus Carvalho e Wellington Nem na equipe profissional. Integrados ao grupo após bom desempenho na Copa São Paulo de Futebol Júnior, os dois têm a sorte de conviver com aqueles que são seus maiores espelhos. Ambos fazem do verbo  aprender uma ordem em 2011.

- É importante fazer parte desse grupo, que é o atual campeão brasileiro e cheio de feras. Precisamos aprender nesse começo de carreira – disse o atacante Matheus, que, inclusive, fez parte da conquista do Brasileirão, sendo relacionado para a partida diante do Grêmio, no segundo turno.

Wellington, que é meia, reforçou as palavras do amigo, e garantiu ter sido bem recepcionado por todos.

- Está sendo maravilhoso para mim. É sensacional estar perto do Conca, Deco, Fred... Eles passam várias dicas para mim, corrigem meus erros, conversam. Tudo isso é primordial neste início de carreira.

Aos 18 anos, as duas promessas tricolores se dividem ao apontarem em quem se espelham para terem sucesso com a camisa do Fluminense. Cada um em sua posição.

- Tenho características como a do Conca. Me espelho nele e quero fazer as mesmas coisas que ele. É quem mais me impressiona, até por ser da minha posição. Vejo os jogos dele para aprender – revelou Wellington Nem.

Já Matheus Carvalho projeta seguir os passos de Fred, apesar de admitir que tem características distintas.

- O Fred é espelho para qualquer jogador no Brasil. Todo mundo respeita, os zagueiros às vezes têm medo, faz gol para caramba. Sou um jogador rápido, de lado de campo. Já tentei jogar centralizado, mas não é muito meu forte.

Trilhar o caminho de Fred e Conca, porém, ainda é um sonho distante para os companheiros, que jogam juntos desde o mirim e deram entrevista lado a lado. Por enquanto, Tartá e Fernando Bob, crias de Xerém, aparecem como exemplos mais fáceis de serem seguidos, e deram força para os pupilos, acompanhando de perto a primeira entrevista da dupla.    

veja também