MENU

Matthäus: 'Maradona não tem um sistema definido'

Matthäus: 'Maradona não tem um sistema definido'

Atualizado: Quinta-feira, 1 Julho de 2010 as 9:10

Lothar Matthäus acredita na força da

Alemanha contra Argentina (Foto: Getty Images)  

O ex-jogador alemão Lothar Matthäus disse que a seleção de seu país é favorita no confronto do próximo sábado pelas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul, contra a Argentina. Para ele, o adversário não tem padrão de jogo e depende do talento individual de seus jogadores. - Maradona (técnico da Argentina) não tem um sistema definido, não tem um conceito. Ele confia nas qualidades individuais. Acho que isso não é suficiente contra uma equipe alemã segura e que joga de forma compacta, que se diverte jogando e que está menos pressionada que a Argentina - disse Matthäus, em entrevista publicada nesta quinta-feira pela revista alemã "Kicker".

O capitão do título alemão em 1990 acredita que a seleção europeia não está sob pressão porque o país está disposto a perdoar tudo o que acontecer depois das belas atuações da equipe na Copa do Mundo até o momento, principalmente após a vitória por 4 a 1 sobre a Inglaterra nas oitavas de final.

- A partir de agora, a Alemanha será perdoada por tudo, pois o time se apresentou de maneira maravilhosa. Na Argentina não há perdão, pois lá as pessoas falam em título - avaliou.

Matthäus admite que os alemães podem ter dificuldade na defesa contra a força ofensiva argentina, mas aposta que o time de Maradona também vai ter dificuldades com o ataque alemão.

- A Argentina também tem muitos problemas na defesa, especialmente com meu amigo Martin Demichelis, que não está em sua melhor forma. Isso foi visto na Liga dos Campeões, e também durante o Mundial. Por isso, a Argentina tem que tremer perante nossa ofensiva - afirmou.     Por Agências de notícias Berlim

veja também