MENU

Mayra Aguiar vence alemã por ippon e fatura o bronze

Mayra Aguiar vence alemã por ippon e fatura o bronze

Atualizado: Sexta-feira, 26 Agosto de 2011 as 3:18

A meio-pesado (-78 kg) Mayra Aguiar, vice-campeã do mundo no ano passado, derrotou a alemã Heide Wollert, número 7 do ranking, e faturou o bronze, a quinta medalha do Brasil no Mundial de judô, nesta sexta-feira, em Paris. Esta é a melhor campanha entre as mulheres: uma prata e dois bronzes, superando 2010, quando as brasileiras levaram uma prata e um bronze. Com cinco pódios (as pratas de Leandro Cunha e Rafaela Silva e os bronzes de Mayra Aguiar, Sarah Menezes e Leandro Guilheiro), a seleção canarinho faz a sua melhor participação em número de medalhas na história da modalidade (em 2007 e 2010 foram quatro).

- Pirei com a derrota na semifinal, perdi o rumo, mas você tem que pensar que é outra competição e focar no bronze. Senti alívio quando ganhei a luta - contou Mayra, com sorriso aberto, extremamente feliz com a segunda medalha em Mundiais sênior.

A francesa Audrey Tcheumeo bateu a japonesa Akari Ogata, número 1 do mundo, e ficou com o ouro, levando a torcida ao delírio. Ogata, algoz de Mayra na semifinal, era a grande favorita a chegar ao topo do pódio no quarto dia da competição. A americana Kayla Harrison ganhou o outro bronze, após a vitória sobre a holandesa Marhinde Verkerk.

Mayra Aguiar conquista a medalha de bronze no Mundial de judô, em Paris (Foto: Agência Reuters)

  Desde o início da luta, a técnica Rosicleia Campos dava instruções para a lutadora e pedia mais agilidade na pegada. Com 1m30s de combate, ela encaixou um um uchi mata e venceu a luta por ippon, no tatame do Palais Omnisports de Bercy, na capital francesa.

A brasileira comemora vitória sobre a alemã Heide

Wollert, número 5 do mundo (Foto: Reuters)

  Mayra Aguiar ganhou as três lutas nas eliminatórias por ippon, mas caiu diante da líder do ranking mundial, na semifinal da categoria até 78kg. Em luta equilibrada, ela sofreu dois wazaris e perdeu por ippon da japonesa Akami Ogata.

O médio (-90 kg) Hugo Pessanha foi derrotado pelo coreano Kyu-Won Lee na repescagem e perdeu a chance de brigar pelo bronze no Mundial de Paris. Atrás no placar por yuko, Hugo partiu para o ataque, mas tomou o contra-golpe do coreano e perdeu por ippon. O judoca também caiu por ippon nas quartas de final diante do líder do ranking e campeão mundial, o grego Ilias Iliadis, que conquistou o ouro.

  A surpresa do dia foi a eliminação precoce do médio Tiago Camilo. Ele perdeu por wazari nas oitavas de final para Valentyn Grekov. O brasileiro até começou na frente com um yuko, mas foi surpreendido pelo ucraniano, que partiu para cima nos minutos finais e dominou o combate.

A médio Maria Portela (-70 kg) também ficou fora das finais. Na estreia, ela encaixou um golpe com dois minutos de luta, o suficiente para bater a canadense Kelita Zupancic por yuko. Mas, no segundo combate, a brasileira tomou duas punições e caiu diante da eslovaca Rasa Sraka por um yuko.

No primeiro dia do campeonato em Paris, Leandro Cunha ficou com a prata e Sarah Menezes levou o bronze . No segundo dia, Rafaela Silva ganhou a prata , a segunda de uma brasileira na história da competição. A primeira havia sido de Mayra Aguiar, no ano passando, em Tóquio. Leandro Guilheiro faturou o bronze no terceiro dia do torneio.

O Mundial de Paris é o último do ciclo olímpico que culminará com os Jogos de 2012. Para Londres, se classificam os 22 melhores homens e as 14 melhores mulheres na classificação. Uma medalha de ouro vale 500 pontos no ranking. A prata dá 300 pontos, o bronze, 200, o quinto lugar, 100, e a sétima colocação, 80 pontos.

O Mundial de judô, de 23 a 28 de agosto, está sendo transmitido, ao vivo, pelo SporTV.          

veja também