MENU

Médico e preparador físico garantem Kaká e Luís Fabiano bem para a Copa

Médico e preparador físico garantem Kaká e Luís Fabiano bem para a Copa

Atualizado: Sexta-feira, 21 Maio de 2010 as 4:08

O mau tempo e a divulgação de que os jogadores da Seleção Brasileira não apareceriam afastou o público que era esperado nos arredores do CT do Caju. A coletiva marcada para as 13 horas teve um atraso de duas horas para seu início. Quem apareceu para conversar foram o médico José Luis Runco e o preparador físico Paulo Paixão, que falaram sobre o período de avaliações físicas e fisiológicas e garantiram que Kaká e Luís Fabiano não preocupam.

''Nós estamos fazendo a avaliação tanto pelos exames clínicos como os de laboratório. Numa primeira amostragem, as coisas parecem boas. Os atletas não têm nenhuma patologia que nos que parece grave'', afirmou o médico, que separou os jogadores em dois grupos, os que jogam fora e os que jogam no país. ''Vamos avaliar a situação dos jogadores que estão em final de temporada e daqueles que jogam no Brasil. Parece uma situação confortável'', acrescentou.

A principal questão levantada, como não seria diferente, foi sobre a real situação do atacante Luís Fabiano e do meia Kaká. Runco enfatizou que ambos evoluem bem e serão reavaliados nos próximos dias. ''O Luís Fabiano está muito bem. Ele já começou um trabalho junto com o Kaká, em uma evolução muito boa. O Kaká não tem nada que nos preocupe em relação com o púbis. Ele tem um edema no músculo adutor da coxa esquerda. Está evoluindo bem e na próxima semana deve estar treinando com os demais atletas'', afirmou.

Mesmo com as lesões na véspera de uma Copa do Mundo, o que historicamente significaria algum corte, novamente o médico da Seleção descartou uma medida drástica em 2010. ''Não vejo nenhuma chance de colocar nenhuma situação, no momento, em relação a corte. Já cortamos 24 horas antes da competição , também já aconteceu durante os treinamentos. Esperamos que não aconteça novamente'', projetou.

Já Paulo Paixão prefere esperar os trabalhos para fazer uma análise mais detalhada da situação física dos atletas. ''Em relação a parte física nos temos em mente a execução dos testes. Só a partir daí que poderemos divulgar algo que fujam dos padrões normais. A princípio não existe nenhuma preocupação em relação a isso'', afirmou o preparador, que lembrou que tudo que foi feito em 2006 será repetido. ''Não mudou nada em nossa programação'', acrescentou.

A assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), através de Rodrigo Paiva, não deu mais detalhes sobre os treinamentos previstos para os próximos dias, mas adiantou que no domingo existe uma possibilidade de o time finalmente entrar em campo. Porém, imagens desse trabalho, bem como o acesso dos jornalistas, ainda não foram confirmados. Em relação ao grupo, além dos três jogadores da Inter de Milão, Julio César, Maicon e Lúcio, apenas Kleberson não havia chegado ainda até o meio da tarde.

Por Luiz Felipe Fagundes

veja também