MENU

Meia, ex-Flu, vive drama na Arábia e sofre trote pela morte de Bin Laden

Meia, ex-Flu, vive drama na Arábia e sofre trote pela morte de Bin Laden

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 9:50

O meia brasileiro Juliano, do Najran SC, teve a sua vida transformada em um livro de aventuras nos últimos dez meses. Desde quando pisou no aeroporto da cidade de Najran, percebeu que ela mudaria radicalmente. Apesar de ser o único jogador do ocidente no time, Juliano acabou virando um xodó entre os jogadores, sendo alvo de brincadeiras pesadas para quem não estava acostumado com o lado bem-humorado dos árabes.

.Com a morte de Osama Bin Laden, os jogadores começaram a provocar Juliano, ameaçando chamar alguns simpatizantes do terrorista para uma assustadora visita ao brasuca.

- Quando foi confirmada a morte, cheguei no treino e comentei com eles. Alguns passaram a fingir que não haviam gostado do fato de eu ter tocado no assunto e começaram a me ameaçar, dizendo que tinham alguns amigos no Iêmen, um país que tem muitos seguidores do Bin Laden. Fui para casa preocupado, achando que tinha falado o que não devia, mas depois eles confirmaram que era apenas uma brincadiera - lembrou o meia, ex-Fluminense, em entrevista por e-mail ao GLOBOESPORTE.COM.

Juliano com a esposa Daniella em frente a uma mesquita: vida das mulheres é difícil (Foto: Arquivo pessoal)

  Juliano ainda não conseguiu se acostumar à vida na cidade. Todavia, percebeu que a situação das mulheres é muito mais complicada após uma visita da esposa Daniella, obrigada a vestir a burca e a só sair de casa ao lado do marido.

- Apenas os olhos das mulheres podem aparecer quando elas saem de casa. A Daniella teve que usar a burca o tempo todo, desde quando chegou do aeroporto. Mas no caso dela, podia deixar o rosto à mostra. Ela achou muito difícil, não queria sair. A esposa do meu treinador está aqui com ele e chora quase todo dia. Eu vi que é ruim para o jogador, mas é dez vezes pior para a mulher. Ela não pode falar, não pode fazer nada - lamentou.

  Apesar de ter uma vida excessivamente tranquila, já que a única opção de "lazer" de Najran é o supermercado, Juliano vira uma celebridade quando decide sair de casa. No contato com os fãs, o idioma, principal barreira na comunicação, acaba virando motivo de boas risadas.

- Alguns chegam falando "I love you" ("eu te amo"). Acho que é a única coisa que sabem falar em inglês. Todos sabem onde moro, onde compro comida, eles sabem de tudo. Só pela roupa já me reconhecem. Gosto desse contato, de cumprimentá-los e tirar fotos, ajuda a distrair um pouco - diverte-se.

Daniella foi obrigada a vestir a burca e não podia sair de casa sem o marido (Foto: Arquivo pessoal)

  No elenco do time, dois jogadores são policiais. Motivo de preocupação? Nada que o jeitinho brasileiro não ajude a resolver.

- Que nada, eles são os que mais brinco. Nunca os vi trabalhando com farda, mas sei que alguma coisa engraçada iria acontecer. O pessoal era muito fechado, não estavam acostumados com um brasileiro. Mas eu comecei a brincar, a aprender a língua e acabei quebrando o gelo. Na rua você não vê as pessoas sorrindo, ninguém brincando - acrescentou.

Emprestado ao Najran SC pelo Nacional de Portugal, Juliano não deseja continuar. Teve uma despedida emocionante da torcida na semana passada, mas já decidiu que difícilmente voltará a botar os pés na cidade.

- Passo 23 horas do dia preso no apartamento e uma hora treinando. Essa é a minha vida. Só como arroz, frango e carneiro. Não há dinheiro que me faça continuar aqui A vida é muito difícil - desabafou.

Juliano e a única opção de passeio em Najran: "visitar" o supermercado local (Foto: Arquivo pessoal)

  Polêmica pode afastar jogador do futebol e rebaixar o time

O Najran SC pode sofrer uma severa punição caso seja confirmado um suposto caso de suborno. O time iria enfrentar o Al Wehda, que teria tentado facilitar o caminho em busca de uma vitória de maneira obscura.

- Era um jogo decisivo, e tínhamos um jogador afastado por indisciplina. Ele ligou para nosso goleiro e disse que o Al Wehda estava oferecendo dinheiro para que não defendesse direito. Ele acabou gravando a conversa e mostrou para um diretor. Por acaso, nesse jogo, o goleiro falhou no primeiro gol, ficou nervoso por acharem que ele teria se vendido. Acabamos perdendo por 5 a 1. No dia seguinte ele disse que estava nervoso e contou o que aconteceu - relatou o brasuca.

Caso o suborno seja confirmado, as penas serão dolorosas para clube e jogador.

- Se for confirmado, disseram que ele não jogará mais bola e o clube vai ser rebaixado - completou.        

veja também