MENU

Meninos da Vila se defendem de preconceito religioso

Meninos da Vila se defendem de preconceito religioso

Atualizado: Sexta-feira, 2 Abril de 2010 as 12

Na última quinta-feira, somente parte do elenco do Santos participou de ação beneficente na entidade Lar Espírita Mensageiros da Luz (foto oficial do Santos FC), que cuida de crianças com paralisia cerebral. Apenas alguns jogadores entraram para a entrega dos "Ovos de Páscoa", gerando mal estar e dando a impressão de que seria uma atitude preconceituosa religiosa. A maioria dos jogadores santistas é evangélica.

A Imprensa, que acompanhava a visita, não poupou críticas ao ato. À tarde, no programa de José Luis Datena, na TV Bandeirantes, alguns jogadores se retrataram - Paulo Henrique Ganso e Neymar ao vivo e Robinho, por telefone.

"Nós pedimos perdão pela nossa falha e vamos voltar lá", avisou Paulo Ganso, visivelmente chateado. O mesmo parecia o garoto Neymar. "Nós erramos, mas vamos corrigir isso. Estou aqui pedindo desculpas". E confirmou ter sido aconselhado por seus pais de reconhecer o erro publicamente.

Robinho "explica"

Para Robinho, "tudo foi um grande mal entendido e nenhum tipo de preconceito". Ele reconheceu a opção religiosa e não se mostrou arrependido por sua atitude, defendendo a posição de cada um.

Robinho acha que faltou mais informações para os jogadores, que não sabiam que poderiam ou deveriam entrar na entidade, onde eram ansiosamente aguardados pelas crianças e acompanhados pela Imprensa que acompanha o dia-a-dia do clube.

O repórter da TV Bandeirantes, Luis Ceará, não concorcou com as explicações de Robinho. "Eu estava lá e os jogadores não desceram do ônibus porque não quiseram, agora não adianta ficar enrolando. Eu acho você, Robinho, um baita cara, mas dessa vez fisou na bola e feio. Muitas das pessoas que trabalham nesta casa espírita são evangélicos", confirmou o experiente repórter.

Roberto Brum ausente

Os jogadores também defenderam o volante Roberto Brum, que lidera um grupo de atletas evangélicos, e que não participou da visita. Mas ele não estava no ônibus e não teria incitado os demais a descer do veículo.

O fato, porém, gerou um mal-estar geral que só poderá ser desfeito com uma nova visita dos "Meninos da Vila" à entidade.

Apenas 11 atletas jogadores participaram da ação beneficente. Felipe, Wladimir, Edu Dracena, Zé Eduardo, Arouca, Pará, Gil, Maikon Leite, Breitner, Zezinho e Wesley foram os responsáveis pela entrega dos ovos. O técnico Dorival Júnior e alguns diretores também estiveram presentes.

veja também