MENU

Mesmo em 'jejum', Felipão tem respaldo de diretoria palmeirense

Mesmo em 'jejum', Felipão tem respaldo de diretoria palmeirense

Atualizado: Terça-feira, 10 Agosto de 2010 as 9:53

Luiz Felipe Scolari  tem o respaldo da diretoria

palmeirense mesmo sem vencer (Foto: AE)  

Contratado a peso de ouro para devolver o espírito vencedor ao Palmeiras, o técnico Luiz Felipe Scolari tem encontrado dificuldades na sua segunda passagem pelo clube. Em cinco partidas à frente do time, o renomado treinador ainda não conseguiu vencer - tem uma derrota (Avaí) e quatro empates (Botafogo, Ceará, Corinthians e Goiás). Apesar do desempenho abaixo do esperado, o comandante tem o respaldo da diretoria alviverde para seguir seu trabalho tranquilamente. - É normal ter um período de adaptação e transição. O time tem mostrado crescimento e organização e as vitórias vão surgindo naturalmente. Não estou preocupado com isso - disse Gilberto Cipullo, vice de futebol do Palmeiras.

Felipão já havia avisado quando chegou ao Palmeiras, no meio do mês passado, que as cobranças sobre ele só poderiam ser feitas a partir do próximo ano. O treinador alegou que precisava ajeitar o time e encaixar as peças que estão chegando para conseguir resultados. Libertadores, na sua opinião, era o máximo que a equipe poderia almejar em 2010.

No entanto, com a série de empates - são apenas quatro pontos conquistados na sua gestão em cinco partidas - , o treinador já começa a se preocupar com a possibilidade de se aproximar demais da zona de rebaixamento do Brasileiro. Atualmente, a equipe ocupa a 13ª posição, com 16 pontos - a três pontos do Goiás, primeiro time na degola, e a quatro do Internacional, último na zona de classificação para a Libertadores 2011.

- O Palmeiras tem um bom time, um bom elenco. Tanto que o Luiz Felipe sugeriu que parássemos de trazer jogadores. É óbvio que, se empatar todas as partidas, vai brigar para não cair. E é claro que nem ele nem nós acreditamos nisso. Acreditamos, sim, no crescimento da equipe - finalizou Cipullo.

Na noite desta quarta-feira, Felipão terá a chance de encerrar o jejum de vitórias em outra competição. No Barradão, contra o Vitória, o Palmeiras fará sua estreia pela Copa Sul-Americana, torneio que garante ao vencedor uma vaga na Libertadores. Uma vitória pode melhorar o humor de Scolari e tranquilizar a equipe.     Por GLOBOESPORTE.COM São Paulo

veja também