MENU

Mesmo sem brilhar, Bellucci sobe e briga para ser cabeça no US Open

Mesmo sem brilhar, Bellucci sobe e briga para ser cabeça no US Open

Atualizado: Segunda-feira, 15 Agosto de 2011 as 9:59

Thomaz Bellucci fez uma campanha modesta no Masters 1.000 de Montreal e acabou eliminado na segunda rodada, mas contou com a sorte e ganhou duas posições no ranking Mundial. Número 36 do mundo na última semana, o brasileiro aparece em 34ª na lista divulgada pela ATP nesta segunda-feira e fica mais perto de ser um dos cabeças de chave do US Open.

O Grand Slam americano começo no dia 29 de agosto, e o Masters 1.000 de Cincinnati é a última chance para Bellucci ganhar as duas posições que precisa e ficar entre os 32 cabeças. O brasileiro estreia nesta segunda, às 12h (de Brasília), contra o espanhol Fernando Verdasco, 21º do mundo. Bellucci tem de vencer pelo menos dois jogos para dar o salto necessário.

Caso não figure entre os cabeças de chave no US Open, o paulista poderá encarar já na estreia um nome de peso como Novak Djokovic, Rafael Nadal ou Roger Federer. Entre os brasileiros, apenas Bellucci e Ricardo Mello têm vaga garantida na chave principal do Grand Slam americano.

Confira abaixo os brasileiros mais bem colocados no ranking:

34. Thomaz Bellucci - 1.215 pontos

90. João Souza, o Feijão - 587

96. Ricardo Mello - 558

115. Rogério Dutra Da Silva - 482

168. Júlio Silva - 323

198. Marcos Daniel - 258

248. Fernando Romboli - 196

263. Ricardo Hocevar - 180

314. Daniel Dutra da Silva - 141

321. André Ghem - 138          

veja também