MENU

Mesmo sem muita experiência, Goiás pode usar catimba na final

Mesmo sem muita experiência, Goiás pode usar catimba na final

Atualizado: Sexta-feira, 3 Dezembro de 2010 as 3:18

A catimba é uma característica sempre forte dos argentinos, que tentaram mostrar que são bons nisso na última quarta-feira, no Serra Dourada. Mas os jogadores do Goiás acham que os atletas do Independiente não vão usar tanto o artifício no duelo da próxima quarta, em Avellaneda, na decisão da Copa Sul-Americana. Isso porque o time goiano venceu o primeiro jogo por 2 a 0 e pode até perder por um gol de diferença fora que será campeão. E os hermanos precisam correr contra o tempo para tentar a taça.

- Acho que eles não farão tanta catimba porque precisam do resultado, não vão querer parar o jogo como fizeram aqui, vão querer jogar rápido. Eles perderam um atacante que deu muito trabalho pra nós, mas pode entrar alguém que complique ainda mais - analisa Ernando.

Amaral admite: os brasileiros não são tão bons de catimba como os argentinos. Mas acredita que o Goiás pode adotar a medida já nos minutos finais do jogo se o resultado for favorável.

- O argentino sabe usar catimba, mas às vezes nós não sabemos. Temos que pensar mais nisso no segundo tempo, quando pode ser uma boa arma. Mas até lá temos que jogar como sempre jogamos como visitantes, com respeito e aproveitando todas as chances - ressalta o jogador.

veja também