MENU

Messi joga como no Barcelona e conduz Argentina à vitória contra a Nigéria

Messi joga como no Barcelona e conduz Argentina à vitória contra a Nigéria

Atualizado: Sábado, 12 Junho de 2010 as 12:59

Começou a se desfazer neste sábado um dos grandes enigmas do futebol mundial: seria Messi capaz de exibir na seleção da Argentina o mesmo talento que o transformou no melhor jogador do mundo, atuando pelo Barcelona?

Seguro, inspirado, à vontade, o baixinho argentino fez uma grande partida contra a Nigéria, sendo decisivo na vitória por 1 a 0, neste sábado, no Ellis Park, em Johanesburgo.

O atacante argentino só não fez gol. Deu as suas famosas arrancadas, conduzindo a bola com habilidade. Driblou. Serviu Higuain um sem número de vezes. Sofreu e bateu faltas. Atuou pela esquerda, como gosta, caiu pelo meio e até armou jogadas pela direita. Em resumo, chamou o jogo para si.

O lateral Daniel Alves foi o último a constatar que, até então, Messi ainda não havia provado a sua capacidade na seleção argentina.

No jogo de provocações estabelecido na África do Sul entre brasileiros e argentinos, Daniel Alves acertou na canela dos argentinos ao declarar que não apenas o craque do time não joga nada na azul-celeste como, ainda por cima, o Barcelona é melhor que a Argentina.

O gol de Heinze aos 6 minutos do primeiro tempo acabou levando a Argentina a diminuir o ímpeto muito cedo, que a levou a correr alguns riscos e eventualmente sofrer o gol de empate.

Mas seria um resultado injusto, em relação ao que ambas as equipes mostraram. A Nigéria mostrou pouca qualidade, além da conhecida força e velocidade.

Milhares de argentinos vieram ao Ellis Park prestigiar a seleção. Cobriram o estádio com faixas como se estivessem em casa e cantaram o tempo todo. Do lado da Nigéria, também não faltou animação - e vuvuzelas.

Com essa vitória, a Argentina fica na segunda colocação do grupo B, com os mesmos três pontos da Coreia do Sul, mas como a seleção asiática marcou dois gols sobre a Grécia na partida partida do dia, fica à frente na tabela.

Por Mauricio Stycer

Fone: Uol

Postado por João Neto

veja também