MENU

Meta cumprida: Felipão chega aos 11 pontos e já faz nova projeção

Meta cumprida: Felipão chega aos 11 pontos e já faz nova projeção

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 9:41

No vestiário da Academia de Futebol, o técnico Luiz Felipe Scolari fixou a meta para os cinco primeiros jogos do Palmeiras no Campeonato Brasileiro: 11 pontos. Depois da goleada por 5 a 0 sobre o Avaí, neste domingo, no Canindé, o Verdão chegou exatamente ao número proposto pelo treinador. Felipão, que divide o Brasileirão em vários minicampeonatos de cinco jogos, já prepara sua nova projeção para Ceará, Atlético-GO, América-MG, Santos e Flamengo.  

Na sua primeira meta, o técnico exigiu nove pontos nos jogos em casa, mais dois nas partidas fora – contra Cruzeiro e Internacional. Nessa nova sequência, o time terá novamente três jogos como mandante e dois como visitante. A tendência é que ele mantenha o número 11, mas ele ainda vai analisar melhor os próximos adversários para chegar a uma conclusão.

- Vamos pegar o calendário e olhar esse cinco jogos, fazer uma previsão: tirar três pontos aqui, um ali... Vou passar isso aos jogadores. Olho onde nós jogamos, com quem jogamos, e aí vemos o que colocar como excelente, muito bom, razoável e ruim – explicou Felipão.

Na reta inicial do Brasileirão, o técnico fez a seguinte escala: 11 pontos (excelente), 10 (muito bom), nove (bom), oito (razoável) e sete (ruim). O estabelecimento de metas serve para dar motivação extra aos jogadores, que veem nos números uma forma de projetar a campanha do Palmeiras na competição.

Felipão escreveu no quadro negro do vestiário sua meta de pontos (Arte Globoesporte.com)

  A sequência começa no próximo domingo, contra o Ceará, no Presidente Vargas. Derrotada pelo São Paulo neste domingo, a equipe treinada por Vagner Mancini está na parte de baixo da tabela, com quatro pontos ganhos. Nada disso ilude Felipão, que vai fazer análise minuciosa dos cearenses.

- Pelo que eu vi, o melhor jogador do São Paulo foi o Rogério Ceni. E se ele foi o melhor, alguma coisa houve. Vamos examinar direitinho de que forma vamos jogar. Já sabemos que o Luan está fora, então vou precisar de outro jogador para compor o lado esquerdo. Depois vamos definir a equipe de acordo com as características do Ceará – afirmou.

A primeira meta atingiu o nível “excelente” proposto pelo técnico e levou o time à vice-liderança do Brasileirão. Agora, a segunda parcial da escala palmeirense será montada para a equipe, ao menos, manter essa posição. De meta em meta, Felipão trabalha para colocar o Verdão em condição privilegiada lá no fim do ano, em dezembro – no mínimo, com vaga na Taça Libertadores.          

veja também