MENU

México corta oito jogadores após escândalo com prostitutas em hotel

México corta oito jogadores após escândalo com prostitutas em hotel

Atualizado: Terça-feira, 28 Junho de 2011 as 3:40

Jonathan dos Santos em ação pelo México: seis

meses fora da seleção (Foto: Getty Images)

  O técnico José Manuel de la Torre anunciou nesta terça-feira o corte de oito jogadores convocados para defender o México na Copa América. Entre eles está o atacante Jonathan dos Santos, que joga nas divisões de base do Barcelona, é irmão de Giovani dos Santos e filho do ex-jogador brasileiro Zizinho. O motivo foi um escândalo envolvendo prostitutas em um hotel de Quito, onde a seleção mexicana venceu o Equador no último sábado em amistoso preparatório para o torneio na Argentina.

Além de Jonathan, a federação comunicou que Marco Fabián, Javier Cortés, Israel Jiménez, Nestor Calderón, David Cabrera, Néstor Vicente Vidrio e Jorge Daniel Hernández também estão fora da Copa América. Além disso, os oito terão que pagar multa de 50 mil pesos (R$ 6 mil) e ficarão seis meses sem ser convocados pela seleção.

Os substitutos já foram convocados: Édgar Pacheco, Alan Pulido, Álvarez, Emilio Orrantia, Antonio Gallardo, Úlises Dávila, Diego de Buen e Oswaldo Alanís. O México, que levará uma seleção sub-22 para o torneio, está no Grupo C com Peru, Uruguai e Bolívia. A estreia da "Tricolor" será na próxima segunda contra os chilenos.

O escândalo aconteceu durante a vitória de 1 a 0 sobre o Equador. Ao voltar para o hotel, atletas perceberam que tiveram alguns pertences roubados dos quartos, como telefones celulares, computadores e dinheiro. Após reclamações da federação, a gerência do hotel informou que as imagens das câmeras de segurança mostraram que jogadores entraram com prostitutas no local, o que teria facilitado o roubo.

Antes da polêmica, o México conquistou a Copa Ouro com sua seleção principal, que contava com o atacante Javier "Chicharito" Hernández, do Manchester United, nos Estados Unidos. Na final, a "Tricolor" venceu os americanos por 4 a 2.        

veja também