MENU

Mike Bibby abre mão do dinheiro e se junta ao Miami para brigar por título

Mike Bibby abre mão do dinheiro e se junta ao Miami para brigar por título

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 9:10

A NBA viu surgir nesta segunda-feira, quando ninguém esperava, um acordo que deixa satisfeitos dois clubes e um atleta. O armador Mike Bibby, que tinha acabado de ser negociado para o Washington Wizards, foi liberado pelo time para assinar com o Miami Heat. Com isso, o time da capital dos Estados Unidos poupa dinheiro para o próximo campeonato; o Miami ganha um nome de qualidade para a criação de jogadas; e Bibby vê sua grande chance de conquistar um título no fim da carreira.

O armador, que jogava pelo Atlanta Hawks, foi mandado para os Wizards na semana passada, quando a NBA encerrou seu prazo para negociações entre equipes. Para mudar de time de novo, a saída foi uma manobra conhecida como “buyout”, uma quebra de contrato em comum acordo. Com isso, os Wizards não precisam mais pagar o salário anual de US$ 6 milhões do atleta e, com isso, ficam bem abaixo do teto salarial da NBA, o que permite fazer boas ofertas para jogadores de passe livre na próxima temporada.

Bibby abre mão do dinheiro e vai assinar com o Miami por um valor bem mais baixo. Para o atleta, o que vale é fazer parte de uma equipe que vai brigar por título neste ano, ao lado de craques como LeBron James, Dwyane Wade e Chris Bosh. O Miami, que tem na posição de armador uma de suas raras deficiências, deve dispensar o portorriquenho Carlos Arroyo para abrir o espaço necessário no elenco.

Bibby chegou a jogar duas partidas pelo Washington, a primeira delas justamente contra o Miami. Desmotivado, o armador deu quatro assistências, mas errou seus quatro arremessos. No segundo jogo, contra o Dallas, manteve a pontaria ruim, errando quatro dos cinco chutes tentados, mas compensou com quatro passes e três rebotes.

A troca que mandou Bibby para os Wizards envolveu também o ala Mo Evans e o ala-armador Jordan Crawford. O Atlanta recebeu o armador Kirk Hinrich e o pivô Hilton Armstrong. Bibby tem 13 anos de experiência na NBA, e teve seus melhores momentos nas temporadas em que defendeu o Sacramento Kings, na década passada. Chegou a ter média superior a 20 pontos por jogo, mas nos últimos anos, em Atlanta, viu sua produção ofensiva cair para menos de 10 pontos a cada partida.    

veja também