Minotauro abre mãode disputar título por Cigano e quer se aposentar em 3 anos

Minotauro abre mãode disputar título por Cigano e quer se aposentar em 3 anos

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:10

Rodrigo Farah

Em entrevista ao iG, o ex-campeão dos pesados comentou sobre o retorno no UFC Rio e sobre seu futuro no torneio

Uma série de duas vitórias consecutivas poderia dar a Rodrigo Minotauro a chance de reivindicar o cinturão do UFC. Mas o veterano de 36 anos não quer saber disso enquanto o campeão for Junior dos Santos. Em entrevista ao iG, o mentor de Cigano afirmou estar satisfeito com sua atual posição no Ultimate e disse que só disputará o título caso ele saia das mãos do pupilo.

“Meu objetivo é lutar e enfrentar os melhores. Claro que nunca enfrentaria o Cigano, que é um grande amigo meu, mas a categoria dos pesados tem outros grandes nomes e desafios. Minha paixão é estar dentro dos ringues”, comentou o baiano.

Afastado do octógono desde dezembro do ano passado, Minotauro voltará à ativa como uma das principais estrelas do UFC Rio ao lado de Anderson Silva. Convocado às pressas para salvar o card, o baiano enfrentará o azarão Dave Herman em meio a um forte clima de rivalidade por conta das declarações polêmicas de seu adversário.

Além de comentar sobre o combate contra o americano, Minotauro também falou sobre os planos de se aposentar em três anos e sobre sua participação no programa “Dança dos Famosos” no meio do ano. Confira os principais trechos da entrevista:

 iG: Finalizar o Dave Hermann após ele ter dito que o jiu-jitsu não funcionava se tornou uma questão de honra?Rodrigo Minotauro: Não diria que uma questão de honra, mas sim que é um grande incentivo. Na verdade nem acho sejam sérias essas declarações, acredito que seja mais para vender a luta.

iG: Acha que a torcida irá vaiá-lo ainda mais por causa das coisas que ele falou?Rodrigo Minotauro: Sem dúvida a torcida vai criar um clima muito bom para todos os brasileiros presentes no card. Os gringos vão sentir o que é lutar dentro de um caldeirão.

iG: Com o Cigano como campeão, qual é o seu principal objetivo entre os pesados do UFC?
Rodrigo Minotauro: Meu objetivo é lutar e enfrentar os melhores. Claro que nunca enfrentaria o Cigano, que é um grande amigo meu, mas a categoria dos pesados tem outros grandes nomes e desafios. Minha paixão é estar dentro dos ringues.

iG: Já fez alguma projeção de quantos combates ainda planeja lutar no UFC? Ou ainda é cedo para pensar nisso?
Rodrigo Minotauro: Não penso em quantos combates, quero lutar por mais três anos e fazer o maior número de duelos possíveis dentro deles.

iG: Com a migração dos atletas do Strikeforce, você acredita que a categoria pesado do UFC ficará tão forte quanto a do Pride na época em que você lutava no Japão?

Rodrigo Minotauro: Creio que sim. O top 10 da categoria está de uma qualidade incrível, só tem pedreira.

iG: Você concorda com o pensamento de que o Fedor é o maior peso pesado de todos os tempos? Acha que o Cigano pode ultrapassá-lo?
Rodrigo Minotauro: Não gosto de fazer esses tipos de comparações, acredito que cada lutador conquista seu próprio espaço dentro do MMA. O Fedor sem dúvida é um dos grandes nomes que passaram pela história deste esporte, e o Cigano ainda está construindo a dele. Talento o Junior tem de sobra.

iG: Como foi participar da Dança dos Famosos? Atingiu um novo grau de popularidade por causa do programa? Sentiu isso nas ruas?
Rodrigo Minotauro: Foi muito interessante participar deste quadro, me divertir bastante. O programa do Faustão é de muito sucesso e não é a toa que está há tantos anos no ar. As pessoas brincavam muito comigo nas ruas por causa da minha participação, diziam que como dançarino eu era um excelente lutador (risos).

 

Guiame

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições