MENU

Montezemolo: Acusação de propaganda subliminar é "ridícula"

Montezemolo: Acusação de propaganda subliminar é "ridícula"

Atualizado: Terça-feira, 4 Maio de 2010 as 10:51

A acusação de que a Ferrari realiza propaganda subliminar de uma marca de cigarros irritou Luca di Montezemolo, presidente da escuderia italiana. No site oficial da equipe, o dirigente negou a tese de que os códigos de barras nos uniformes dos pilotos e nos carros são alusivos à Marlboro, patrocinadora do time.

''Francamente, eu acho esse argumento completamente inútil e beira o ridículo afirmar que a cor vermelha ou um design gráfico que mostra um código de barras pode induzir as pessoas a fumarem'', declarou o chefe do brasileiro Felipe Massa e do espanhol Fernando Alonso.

A acusação foi feita na véspera do Grande Prêmio da Espanha, o primeiro da temporada na Europa, continente no qual as fabricantes de cigarro estão proibidas de patrocinar eventos esportivos. Um porta-voz da Comissão Europeia de Saúde Pública teria, inclusive, entrado em contato com o governo local para tratar do assunto.

''Em um momento em que, do outro lado do Atlântico, estão lutando para melhorar os serviços de saúde, no velho continente europeu os chamados experts estão quebrando a cabeça para chegar a teorias sem embasamento científico. Acho que há problemas mais importantes para pensar do que um código de barras'', disse Montezemolo.

Com seu pronunciamento sobre o assunto, o presidente da escuderia italiana espera encerrar o assunto. ''É melhor não perder mais tempo respondendo a esse tipo de nonsense ou àqueles que querem aumentar a história'', declarou o mandatário da Ferrari.

Fonte AFP / Gazeta Esportiva

Postado por João Neto

veja também