MENU

Mosley ataca Montezemolo e diz que não favoreceu a Ferrari em sua gestão na FIA

Mosley ataca Montezemolo e diz que não favoreceu a Ferrari em sua gestão na FIA

Atualizado: Quinta-feira, 22 Abril de 2010 as 12

Ex-presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley atacou Luca di Montezemolo, atual presidente da Ferrari, em entrevista à próxima edição da revista inglesa "F-1 Racing". Segundo o dirigente, que respondeu a perguntas dos leitores da publicação, o italiano é fraco e sua equipe nunca venceria corrida se tivesse o mesmo orçamento das rivais.

- Luca é muito, muito bom com as pessoas e é muito agradável, mas, na minha opinião, ele também é fraco e pode ser induzido facilmente. Entre janeiro e maio de 2008, fizemos uma série de encontros entre todas as equipes e elas foram quase unânimes na política de corte de custos e o estabelecimento do limite de gastos. Só a Ferrari foi sempre contra. Acho que é porque eles sabem que, com o mesmo orçamento das rivais, não conseguiriam vencer - diz Mosley.

Perguntado sobre o suposto favorecimento à Ferrari em sua gestão, Mosley negou veementemente a possibilidade. No entanto, ele admitiu que a FIA lidou de forma errada com os eventos do GP da Malásia de 1999, quando a equipe italiana quase foi desclassificada por irregularidades nos defletores.

- Nunca favorecemos a Ferrari, apesar de ter existido esta percepção. Você pode ir à equipe italiana e eles serão completamente honestos e abertos; a maioria das outras equipes não fariam isso. Na Malásia, em 1999, a linha entre estar fora ou dentro do regulamento era muito tênue. Eles escaparam, mas talvez tivéssemos de considerar todo o carro ilegal. Mas você vive e aprende com os erros.

Mosley disse também que as críticas dirgidas a ele pelos fãs durante seu período à frente da FIA foram resultado de falta de conhecimento. Para ele, a Fórmula 1 é uma estrutura frágil.

- Se os fãs realmente entendessem as questões, não acho que eles estariam contra mim. Tudo o que sempre fiz foi para manter a Fórmula 1 viva e impedir que ela entrasse em colapso. É uma estrutura mais frágil do que muita gente imagina.

veja também