MENU

Motivado por lembranças de 95, Bota pega o Peixe

Motivado por lembranças de 95, Bota pega o Peixe

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 10:56

A cada rodada, o Botafogo se consolida como forte candidato à conquista do Campeonato Brasileiro. Caso vença o Santos nesta quarta-feira, às 20h30m (horário de Brasília), na Vila Belmiro, jogo atrasado da 21ª rodada, a equipe carioca, que está em terceiro lugar, com 52 pontos, ultrapassa Vasco e Corinthians, ambos com 54, e assume a liderança isolada da competição, a oito jogos do fim. E quando se colocam Santos e título nacional numa mesma frase, os botafoguenses logo lembram-se de 1995, quando o time conquistou seu único Brasileirão, justamente sobre o Peixe.   Acontece que a equipe santista, mesmo sem chances de título, promete engrossar. Vingar 95 não é meta, até porque derrubar o Bota significa ajudar o Corinthians, maior rival santista. O fato é que o Peixe está de olho no Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, no Japão. O principal objetivo do Alvinegro Praiano, que está em 13º lugar, com 38 pontos, é se livrar de qualquer risco de rebaixamento para poder se concentrar na luta pela terceira estrela com tranquilidade. Quanto antes, melhor. Por isso, o primeiro passo pode ser contra o time carioca. O Santos, atual campeão paulista e continental, que ainda terá o retorno de Neymar, virou um “franco atirador de luxo” deste Brasileirão. Além de atrapalhar o Botafogo, poderá estragar a festa de outros clubes que lutam pelo título .

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances do confronto em Tempo Real, com vídeos exclusivos, a partir das 20h (Brasília). O Premiere, em sistema pay per view, transmite ao vivo para todo o Brasil.

Santos: o técnico Muricy Ramalho já avisou que só vai começar a poupar jogadores quando o time estiver totalmente livre do risco de rebaixamento. Portanto, contra o Botafogo, ainda vai utilizar os melhores atletas que tem à disposição. Isso não quer dizer que terá o time completo. São vários desfalques. A boa notícia é que o atacante Neymar, que cumpriu suspensão contra o Grêmio, estará à disposição. O volante Adriano, recuperado de dores musculares, está à disposição. Já o lateral-esquerdo Léo, que também não atuou contra o Grêmio, domingo passado, por causa de uma tendinite, ainda não poderá voltar. Assim, o zagueiro Durval será deslocado para a ala esquerda. O meia Ibson, que ainda não conseguiu engrenar, deverá iniciar a partida no banco. A escalação provável: Rafael, Danilo, Bruno Rodrigo, Edu Dracena e Durval; Adriano, Henrique e Arouca; Alan Kardec, Borges e Neymar.

Botafogo: Caio Junior não terá Renato, suspenso, para a partida e já sinalizou que Bruno Tiago deve ser titular. O treinador tem duas opções para armar o time. Caso repita o esquema contra o Corinthians, Herrera fica no banco, e Felipe Menezes entra no meio, no esquema 4-5-1. Caso contrário, o argentino seguirá no ataque no tradicional 4-4-2. O time provável é: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Mattos, Bruno Tiago, Maicosuel, Felipe Menezes (Herrera) e Elkeson; Loco Abreu.

Santos: os meias Paulo Henrique Ganso e Elano, o lateral-direito Pará, o lateral-esquerdo Léo e o volante Alison estão machucados. O meia Felipe Anderson defende a Seleção Brasileira que disputa os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México.

Botafogo: Renato está suspenso. Lucas Zen e Cidinho estão com a Seleção Brasileira no Pan.

Santos: Borges, Bruno Aguiar, Elano, Henrique, Léo e Pará.

Botafogo: Alessandro, Caio, Marcelo Mattos, Somália e Thiago Galhardo.

Evandro Rogério Roman (Fifa/PR) apita a partida, auxiliado por Roberto Braatz (Fifa/PR) e Altemir Hausmann (Fifa/RS). Ao todo, Evandro Roman participou de cinco jogos, aplicou 26 cartões amarelos (média de 5,2) e cinco vermelhos (média de um), marcou 182 faltas (média de 36,4) e nenhum pênalti no Campeonato Brasileiro, que registra média de 5,1 amarelos, 0,3 vermelho e 35,7 faltas. Destes amarelos, 13 foram para mandantes e 13 para visitantes. Ele apitou um jogo dos paulistas e nenhum dos cariocas na Série A deste ano: Fluminense 3 x 2 Santos, pela 27ª rodada.

Santos: contra o Atlético-MG, quinta-feira passada, Neymar apanhou muito, perdeu a compostura, discutiu com o juiz e acabou expulso. No vestiário, chorou e pediu desculpas pelo destempero. Agora, volta a ficar à disposição. De cabeça fria, é a principal arma alvinegra.

Botafogo: Cortês volta ao time depois de sofrer suspensão. Descansado, o lateral promete ser uma boa opção ofensiva da equipe alvinegra.

Rafael, goleiro do Santos: " O Botafogo tem vários jogadores muito bons: Loco Abreu, Maicosuel, Elkeson, Cortês. Temos de ficar bastante ligados, pois é um time bastante perigoso e que vive um excelente momento na competição”.

Jefferson, goleiro do Botafogo: “Temos a oportunidade de assumir a liderança. E isso é importante para um time que está almejando ser campeão ”.

* Um confronto absolutamente equilibrado. Confira o histórico do confronto na Futpédia

* As duas equipes vivem momentos bem diferentes. O Santos vem de duas derrotas - para Atlético-MG (1 a 2) e Grêmio (0 a 1) . Já o Botafogo venceu seus dois últimos confrontos - contra  Corinthians e Atlético-PR, ambos por 2 a 0.

* Se vencer, o Botafogo será a sexta equipe diferente a aparecer na primeira posição do Brasileirão 2011. Flamengo liderou após a primeira rodada. Atlético-MG e Vasco assumiram a ponta após a segunda jornada; São Paulo esteve à frente entre a terceira e a sexta; Corinthians, entre a sétima e a 23ª e desde a 28ª; o Vasco, entre a 24ª e a 27ª.

* Neste Brasileirão, houve 27 confrontos entre cariocas e paulistas, com 15 vitórias dos times do Rio, cinco empates e sete vitórias das equipes de São Paulo.

  No duelo do primeiro turno, o Santos, envolvido nos mata-matas da Taça Libertadores, escalou reservas no Engenhão e acabou derrotado por 1 a 0. O jogo foi disputado no dia 28 de maio. Com esse tropeço, o Santos perdeu uma invencibilidade que durava 15 partidas. Nesse intervalo, o Peixe venceu o Paulistão e chegou às semifinais da competição continental.          

veja também