MENU

Mourinho reage: quem não suporta pressão não pode estar no Real

Mourinho reage: quem não suporta pressão não pode estar no Real

Atualizado: Quinta-feira, 2 Setembro de 2010 as 9:23

O treinador José Mourinho reagiu às críticas após o empate sem gols com o Mallorca no primeiro jogo do Real Madrid no Campeonato Espanhol afirmando que quem não suporta pressão não deve estar no clube madrileno, em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal italiano "Gazzetta dello Sport",

- Assim é o Real Madrid, e não podemos mudar. Se uma pessoa não aguenta viver com esta pressão, melhor não aceitar vir. Em minha carreira, este era o melhor momento para uma experiência assim, depois do Chelsea e do Inter, dez anos de sucesso e grandes clubes. Após um campeonato exigente como o Italiano, tinha a idade e a maturidade suficientes - disse o treinador, afirmando que não se incomodou com as críticas.

O português acrescentou que o Real Madrid vive um sentimento de indefinição por causa das frequentes mudanças de treinador.

- Em poucos anos passaram por aqui (Fabio) Capello, (Bernd) Schuster, (Juande) Ramos e (Manuel) Pellegrini. É necessário estabilidade - disse.

Para Mourinho, o ambiente não ajuda, pois "após um 0 a 0 contra um time com um goleiro extraordinário e sete boas chances de gol, já surgiu a polêmica". O treinador garante que não tem obsessão por títulos, pelo menos em um primeiro momento.

- Se tivesse (obsessão por troféus), teria ficado no Inter, com seis torneios a disputar. Na Espanha jogarei três, e em dois destes o Barcelona é o favorito - afirmou.

O técnico, aliás, acredita que o Campeonato Espanhol não sairá das mãos de Barcelona ou Real Madrid:

- Se Valencia ou Sevilla brigarem pelo título, será uma surpresa, apesar de haver muitas equipes de grande qualidade.

Sneijder para a Bola de Ouro

Na mesma entrevista, Mourinho revelou sua preferências sobre quem deve levar a Bola de Ouro de melhor jogador de 2010.

- Não se pode dar a Iniesta só porque marcou ele marcou o gol mais importante do ano (decisão da Copa) e tampouco a Forlán. Para mim, Sneijder, que ganhou tudo na temporada (com o Inter) e sempre decisivo. Depois dele, o Xavi - apontou.

veja também