MENU

Mourinho 'se defende' por causa de comemoração inusitada

Mourinho 'se defende' por causa de comemoração inusitada

Atualizado: Segunda-feira, 21 Novembro de 2011 as 12:59

José Mourinho comandou treino nesta segunda-feira

(Foto: Reuters) O técnico José Mourinho se surpreendeu ao ter que justificar uma comemoração um pouco mais exaltada que acabou sendo vista como ofensiva na vitória do Real Madrid sobre o Valencia neste sábado, por 3 a 1, pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol. O atacante Cristiano Ronaldo marcou o trerceiro gol e o treinador comemorou subindo nas costas do meia Callejón. - Conforme a partida corria, sentíamos que o jogo era mais difícil, mas os críticos dizem que se não comemoramos os gols somos arrogantes e que se comemoramos, também somos. Quem joga futebol ou está no futebol sabe que a vitória está no caráter e no sofrimento dos jogadores. Alguns jogaram cansados desde o primeiro minuto. Comemorar não é ofender - explicou na coletiva de imprensa para o jogo contra o Dínamo de Zagreb, da Croácia, que será disputado nesta terça-feira, pela penúltima rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

O Real já está classificado para as oitavas e Mou confirmou que vai poupar alguns jogadores contra os croatas. Lass Diarra será titular e o turco Sahin também deverá ganhar uma chance.

- Não é um jogo de risco onde o que perde está fora. O Zagreb vai ser difícil porque na ida jogamos com nossa melhor equipe e ganhamos pelo placar mínimo. São os campeões da Croácia e têm 10 pontos a mais que o segundo colocado na liga. Tenho que fazer mudanças na minha equipe porque tenho jogadores cansados. É obrigatório - afirmou.        

veja também