MENU

Muricy elogia Andrés Sanches por ter segurado Tite, apesar da pressão

Muricy elogia Andrés Sanches por ter segurado Tite, apesar da pressão

Atualizado: Terça-feira, 22 Novembro de 2011 as 10:18

Quando o assunto é Campeonato Brasileiro por pontos corridos, nenhum técnico fala com tanta propriedade como Muricy Ramalho, campeão quatro vezes nesta fórmula de disputa. Durante uma palestra em São Paulo, na abertura do XVIII Curso Nacional para Treinadores de Futebol, o treinador não escondeu sua preferência pelo título corintiano, especialmente por causa do técnico Tite, tão contestado ao longo da temporada.

O comandante do Peixe elogiou a postura do presidente Andrés Sanches, que manteve o treinador no cargo mesmo após a eliminação precoce na fase inicial da Libertadores, contra o Tolima-COL.

- Que bom que o Andrés não tirou o Tite, aguentou a pressão de todo mundo e ele está aí, perto de ser campeão. E tomara que seja, assim o título fica aqui em São Paulo. 

Segundo o técnico, o Corinthians vem apresentando alguns traços que o levam a crer que o time vencerá o campeonato.  - A gente percebe no Corinthians coisas que acontecem com um time campeão, como a defesa do Julio Cesar com os pés, contra o Ceará (na cabeçada de Washington, dentro da pequena área), a entrada do Adriano contra o Atlético-MG, marcando um gol decisivo. Você nota um brilho de campeão na comemoração dos jogadores - comentou Muricy, tricampeão em 2006, 2007 e 2008 dirigindo o São Paulo, e campeão ano passado à frente do Fluminense.

Mas Muricy não perdeu a chance de cutucar o rival, que tirou o seu título brasileiro em 2005, quando ele estava à frente do Internacional. O Corinthians foi o campeão, e o Colorado terminou no segundo lugar, na edição marcada pela anulação de 11 jogos, exigida pelo STJD, por conta do árbitro Edílson Pereira de Carvalho.

- Em 2005, saí do Inter e não sabia onde iria trabalhar em 2006, e não imaginava que seria no São Paulo. Todos os times grandes da cidade estavam bem. O São Paulo tinha acabado de ser campeão mundial, o Palmeiras tinha ido para a Libertadores, o Corinthians tinha ganhado o Brasileirão, um título meio… - disse o treinador, sem completar a frase.

veja também