MENU

Muricy lamenta falta de rodízio e teme queda de rendimento do Palmeiras

Muricy lamenta falta de rodízio e teme queda de rendimento do Palmeiras

Atualizado: Segunda-feira, 8 Fevereiro de 2010 as 12

"Moda" principalmente entre os clubes assegurados na Copa Libertadores, o rodízio de jogadores neste início de ano é algo que o Palmeiras não aderiu. E Muricy Ramalho lamenta por isso.

Carente de opções no elenco, o treinador se diz impossibilitado de se dar ao luxo de poupar seus melhores jogadores, tática considerada ideal por Muricy para combater os efeitos do calor e da falta de ritmo. Cleiton Xavier, por exemplo, só se ausentou no Estadual quando cumpriu suspensão automática.

Sem rodízio, o técnico teme queda de rendimento do time no decorrer do Paulista em virtude da limitação do grupo.

"O complicado é que estamos repetindo demais os jogadores. Isso é um perigo. E quarta feira tem mais", disse Muricy, referindo-se ao duelo de estreia na Copa do Brasil, diante do Flamengo do Piauí, em Teresina.

Corinthians e São Paulo têm preservado jogadores que apontam pequenas lesões ou mesmo cansaço, caso de Ronaldo. O time do Morumbi faz ajustes para o início na Libertadores.

Com elenco pouco numeroso, o Palmeiras adota tática diferente, utilizando força máxima enquanto puder.

À véspera da vitória sobre o Bragantino, 3 a 2, em Bragança, o meia Cleiton Xavier, por exemplo, sentiu dores musculares, sendo avaliado pelo departamento médico. O veto não ocorreu, segundo Muricy, porque não há um substituto para o camisa 10.

No início do torneio, Diego Souza também se queixou de dores, mas se prontificou a atuar mesmo assim.

A situação vai melhorar, garante Muricy, citando a chegada do meia Lincoln e a negociação praticamente selada com Ewerthon, do Zaragoza.

"Falta bastante coisa ainda. Palmeiras é muito grande. Estamos jogando bem, mas precisamos ser ainda melhor, com um plantel maior. São poucos jogadores. A temporada longa. Mas está tudo conversado para chegada de reforços, mas só os faltam jogadores".

veja também