MENU

Na batida de mão, Samuel de Bona é o campeão da Travessia dos Fortes

Na batida de mão, Samuel de Bona é o campeão da Travessia dos Fortes

Atualizado: Domingo, 3 Abril de 2011 as 5:03

Se na disputa feminina a chegada foi acirrada, com Ana Marcela levando a melhor sobre Poliana Okimoto, a batida de mão no masculino precisou ser revista para que os juízes apontassem o vencedor da Travessia dos Fortes. Neste domingo, na Praia de Copacabana, Samuel de Bona, Allan do Carmo e Luis Rogério Arapiraca fizeram um final de prova emocionante. Após empurrões e braçadas truncadas, Samuel de Bona foi mais esperto e ficou com o título inédito de campeão. Allan e Luis ficaram empatados em segundo lugar.

- Tentei não me posicionar muito atrás atrás do primeiro pelotão para não perder muito contato, que foi o que aconteceu no ano passado. Dessa vez, procurei ficar na terceira, quarta ou, no máximo, quinta posição durante a prova. Como no final é aquele tudo ou nada, cheguei bem e venci - explicou o campeão.

A competição pelo título da Travessia dos Fortes começou antes mesmo da entrada no mar. Ainda na areia, os badalados Allan do Carmo e Luis Rogério Arapiraca buscavam a melhor posição para a largada. Após o tiro de canhão no Forte de Copacabana, momento tradicional da prova, eles correram para a água e iniciaram um revezamento na liderança do pelotão.

Allan do Carmo seguia confortável à frente dos demais, quando recebeu a companhia de Vitor Simões. Os dois travaram uma disputa quente, mas Allan, com a experiência de campeão da travessia em 2009, conseguiu abrir vantagem. Na metade do percurso dos 3,5m, Victor Colonesi e Samuel de Bona se aproximaram.

Vencedor da última edição dos Fortes, Luis Rogério Arapiraca disparou pela esquerda da praia e nadou lado a lado de Allan e Samuel de Bona, que já tinha a liderança da prova. Nos metros finais, os três travaram um duelo de braçadas e empurrões. Samuel de Bona trocou o ritmo e, numa chegada emocionante, garantiu o título inédito da travessia.

veja também