MENU

Na contramão dos rivais, Uruguai exalta as vuvuzelas sul-africanas

Na contramão dos rivais, Uruguai exalta as vuvuzelas sul-africanas

Atualizado: Quinta-feira, 17 Junho de 2010 as 8:53

Enquanto a maioria das seleções que estão na África do Sul reclama das vuvuzelas, o Uruguai foi na contramão e exaltou as cornetas, após a vitória por 3 a 0 sobre os donos da casa, quarta-feira, em Pretória. Para o técnico Oscar Tabárez e o atacante Forlán, o barulho não atrapalha. Pelo contrário, o torcedor sul-africano é até um exemplo para os sul-americanos.

Encantado com a forma de torcer dos sul-africanos, Tabárez exaltou o comportamento das pessoas no Loftus Versfeld, que recebeu 42.658 pela segunda rodada do Grupo A. O técnico lembrou que todos os presentes respeitaram os hinos nacionais.

- Ninguém tocou uma vuvuzela durante o nosso hino. Todos nos respeitaram. Infelizmente, no nosso continente isso não acontece. Estamos encantados com o tratamento que os sul-africanos estão nos dando. Tomara que isso sirva de exemplo para todos nós - disse.

Autor de dois gols na vitória da Celeste, Forlán afirmou que o barulho das cornetas não o incomodou em campo.

- As vuvuzelas são fortes, e é preciso se acostumar. Sou jogador profissional há muito tempo e estou habituado a encontrar esse tipo de dificuldade como visitante. O barulho é normal, é como chegar no estádio com gritos.

Por Rafael Pirrho / Thiago Dias

veja também