MENU

Na corrida pelo título Flu e Vasco fazem clássico decisivo no Engenhão

Na corrida pelo título Flu e Vasco fazem clássico decisivo no Engenhão

Atualizado: Domingo, 27 Novembro de 2011 as 10:41

O encontro entre o segundo e o terceiro colocado. O atual campeão brasileiro contra o atual campeão da Copa do Brasil. O grande momento de Fred diante da fase espetacular de Dedé. Mais do que um clássico, Fluminense Vasco fazem uma verdadeira decisão antecipada neste domingo, às 17h (de Brasília), no Engenhão, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. E possivelmente apenas um sairá da partida vivo e ainda com chances de conquistar a taça. O Fluminense ocupa a terceira posição (com 62 pontos, cinco a menos do que o Corinthians) e precisa vencer para continuar sonhando com o tetracampeonato. Para isso, o técnico Abel Braga conta com a habilidade de Deco, o momento inspirado de Fred, autor de sete gols nos últimos dois jogos, e ainda um dado curioso: será a primeira vez que o comandante conseguirá repetir a escalação desde que voltou às Laranjeiras.

No lado vascaíno, o objetivo é superar o desgaste da disputa paralela da Copa Sul-Americana para ainda vivo o sonho de ultrapassar o Corinthians. Com 65 pontos, o vice-líder deverá ter a dupla Juninho Pernambucano e Felipe em campo. Este último chegou a ser dúvida para a partida, mas tem condições de jogo. Diego Souza, que cumpriu suspensão contra o Universidad de Chile na última quarta-feira, está de volta.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances da partida em Tempo Real, com vídeos exclusivos. A Rede Globo transmite a partida para RJ, ES, BA, SE, AL, PE (exceto Caruaru), PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, RR, AC, AP, DF e Juiz de Fora-MG e Florianópolis-SC; o Premiere também exibe o jogo através do sistema pay-per-view.

Fluminense:  depois de 33 jogos, o técnico Abel Braga conseguirá, enfim, repetir a escalação do Fluminense pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. Sem novas lesões ou suspensões, o time irá a campo com a escalação que goleou o Figueirense por 4 a 0 no último fim de semana: Diego Cavalieri, Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Marquinho e Deco; Rafael Sobis e Fred.

Vasco: como de costume, o técnico Cristóvão Borges não confirmou qual será a formação que vai a campo. Inicialmente dúvida, o meia Felipe não deve ser problema. Já Elton, com uma entorse no tornozelo esquerdo, está praticamente fora. Além disso, há o mistério sobre a estratégia a ser utilizada, já que Diego Souza pode atuar como meia ou atacante. O Vasco deve entrar em campo com: Fernando Prass, Fagner, Renato Silva, Dedé e Jumar; Romulo, Allan, Juninho Pernambucano (Bernardo) e Felipe; Diego Souza e Alecsandro.

Fluminense: não há jogadores suspensos, e Abel Braga tem quase tudo o grupo em condições. No entanto, os zagueiros Gum e Digão estão lesionados há algum tempo e só devem voltar aos gramados em 2012.

Vasco: o atacante Eder Luis, que teve o pé esquerdo operado, está fora do restante da temporada. O volante Eduardo Costa voltou a trabalhar com bola após se recuperar de uma lesão na coxa esquerda, mas ainda não foi relacionado.

Fluminense: Diego Cavalieri, Diguinho, Gum, Mariano, Rafael Moura, Rafael Sóbis, Souza e Valencia.

Vasco: Allan, Dedé, Eder Luis, Julinho e Juninho Pernambucano.

Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ) apita a partida, auxiliado por Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Dibert Pedrosa Moises (Fifa/RJ). Ao todo, Marcelo de Lima participou de 16 jogos, aplicou 91 cartões amarelos (média de 5,6) e sete vermelhos (média de 0,4), marcou 571 faltas (média de 35,6) e sete pênaltis no Campeonato Brasileiro, que registra média de 5,2 amarelos, 0,3 vermelho e 35,6 faltas. Destes amarelos, 43 foram para mandantes e 48 para visitantes. Ele apitou um jogo do Tricolor e dois do Gigante da Colina na Série A deste ano: Vasco 1 x1 Fluminense, pela 18ª rodada, e Botafogo 4 x 0 Vasco, pela 15ª.

Fluminense: sete gols nos dois últimos jogos. Os números de Fred falam por ele. Em grande fase, o atacante espera manter o Fluminense na briga pelo título brasileiro e - quem sabe? - até conquistar a artilharia da competição nacional. Atualmente, o camisa 9 é o vice-artilheiro, com 20 gols, atrás apenas de Borges, que já marcou 23.

Vasco: sem atuar contra o Universidad de Chile, na última quarta-feira, por cumprir suspensão, Diego Souza é o mais descansado dos titulares do Vasco. Por isso, a expectativa é de que o camisa 10 comande as ações ofensivas da equipe e seja perigo constante para a defesa do Fluminense.

Abel Braga, técnico do Fluminense: “O Vasco está com um coletivo forte. Andou mudando a forma de jogar nos últimos jogos, diferente da habitual.Tiveram uma atuação convincente contra o Botafogo. O coletivo do Vasco tem feito a diferença, mas contando sempre com a capacidade individual de alguns jogadores. O Fagner, o Dedé e o Diego Souza foram muito bem”.

Cristóvão Borges, técnico do Vasco: “Não apenas o Fred, o Fluminense todo é fortíssimo pela variação de jogo. É uma equipe com laterais que jogam muito bem e tem grandes articuladores. Deco está em fase muito boa, assim como o Rafael Sobis. Uma equipe muito forte”. 

* Quem tem vantagem? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* A história deste clássico é marcada por diversas decisões. As duas equipes já decidiram o Campeonato Carioca em cinco oportunidades, com duas conquistas tricolores (76 e 80) e três vascaínas (1993, 1994 e 2003). Vasco e Fluminense também decidiram o Campeonato Brasileiro de 1984, quando o Flu foi campeão, após duas partidas com o rival.

* A média de gols das partidas entre Fluminense e Vasco pelo Campeonato Brasileiro é de 2,4 gols por jogo. Foram marcados 108 gols em 45 partidas.

* Nos últimos 15 jogos entre as duas equipes, computando todas as competições, existe equilíbrio total. Foram duas vitórias para cada lado e 11 empates. Dos últimos 20 clássicos, 14 terminaram empatados.

* Esta é apenas a quarta vez na história que Fluminense e Vasco se enfrentam no Engenhão. Nos três jogos anteriores neste estádio, houve uma vitória do Flu e dois empates.

No dia 21 de agosto, dia em que o Vasco completou 113 anos, as equipes empataram por 1 a 1, no Engenhão, em clássico válido pelo primeiro turno do Brasileirão. Cada time dominou um tempo. Juninho Pernambucano, de pênalti, e Rafael Moura, de cabeça, fizeram os gols da partida. O Fluminense, que até então acumulava oito vitórias e oito derrotas no campeonato, conheceu seu primeiro empate desde o dia 24 de abril.

veja também