MENU

Nadal assume vice-liderança do ranking e ameaça Federer

Nadal assume vice-liderança do ranking e ameaça Federer

Atualizado: Segunda-feira, 17 Maio de 2010 as 12:33

O espanhol Rafael Nadal assumiu a vice-liderança do ranking mundial de maneira oficial nesta segunda-feira. Com o título do Masters 1000 de Madri, o tenista de apenas 23 anos desbanca o sérvio Novak Djokovic e ameaça o suíço Roger Federer, que pode perder a primeira colocação em Roland Garros.

Na lista divulgada pela ATP no começo da semana, Federer aparece no topo com 10.030 pontos ganhos. Nadal contabiliza 6.880 e Djkokovic, 6.405. Para manter sua situação independente do desempenho dos dois concorrentes, o suíço precisa chegar, no mínimo, até a semifinal em Roland Garros.

Com o título em Madri, Nadal arrebatou seu 18º Masters e superou o norte-americano André Agassi para se tornar o maior vencedor de campeonatos deste nível na história. Invicto há 15 partidas, ele é o primeiro a ganhar os três Masters europeus no saibro na mesma temporada.

Nadal perdeu a vice-liderança do ranking mundial na lista divulgada no último dia 1º de fevereiro, quando caiu para o quarto posto. Desta forma, ele demorou 13 semanas para recuperar o posto. O espanhol figurou como número 1 do mundo pela última vez no dia 22 de junho de 2009.

A troca de posição entre Nadal e Djkovic foi a única mudança registrada no top 10 na lista desta segunda-feira. Derrotado pelo compatriota Rafael Nadal em sua primeira semifinal de Masters, o espanhol Nicolas Almagro protagonizou o maior salto entre os 50 melhores do mundo, já que ganhou 13 colocações e é o atual 22º.

Thomaz Bellucci, superado pelo argentino Juan Monaco na segunda rodada em Madri, segue como melhor representante do Brasil na lista e figura no 28º posto depois de cair duas posições. Ricardo Mello não jogou na última semana, mas ganhou uma posição para aparecer em 91º.

Já Marcos Daniel saiu do top 100 após passar quatro semanas ininterruptas dentro do grupo. O brasileiro defendia o título do Challenger de Zagreb e parou nas semifinais diante de Yuri Schukin. Com este resultado, perdeu oito posições e caiu para o 107º lugar.

veja também