MENU

Nadal bate Djokovic, fatura o hepta e se torna o "Rei de Roland Garros"

Nadal bate Djokovic, fatura o hepta e se torna o "Rei de Roland Garros"

Atualizado: Segunda-feira, 11 Junho de 2012 as 10:43

Mauricio Nadal

Rafael Nadal é o novo \"Rei de Roland Garros\". O espanhol venceu Novak Djokovic por 3 sets a 1, parciais de 6/4, 6/3, 2/6 e 7/5 , conquistou o heptacampeonato em Paris e ultrapassou Bjorn Borg como tenista com mais títulos no torneio francês. Soberano desde a primeira rodada, Nadal bateu seu grande rival do momento e confirmou o favoritismo no templo do saibro mundial.

A partida teve altos e baixos para os dois lados. O espanhol começou melhor, ganhou o primeiro set e tinha a vantagem no segundo. Mas a chuva, personagem constante na final, apareceu pela primeira vez para atrapalhar. No reinício do confronto, Nadal fechou a segunda parcial, mas Djokovic reagiu, faturou o terceiro (primeiro set perdido pelo espanhol na competição) e tinha a vantagem de 2 games a 1 no quarto, quando a chuva novamente interrompeu a partida.

O jogo só foi concluído nesta segunda-feira. Nadal foi melhor e quebrou duas vezes o serviço de Djokovic para vencer o quarto set e se sagrar campeão.

Além do hepta e da marca histórica quebrada, Nadal leva para casa a bagatela de 1,250 milhão de euros, cerca de R$ 3,1 milhão e segue com um retrospecto ‘assombroso’ em Roland Garros. O espanhol chega agora a nada menos do que 52 vitórias e apenas um revés nas quadras de Paris. Robin Soderling foi o algoz do número 2 do mundo nas quartas de final do torneio francês, em 2009. De lá para cá, Nadal só somou vitórias e consolidou a sua hegemonia na capital francesa

Com a vitória neste domingo, Nadal amplia a vantagem no retrospecto contra Djokovic. Agora o espanhol tem 19 vitórias, contra 14 do sérvio, que segue sem conquistas em Roland Garros.

O espanhol também impediu que o sérvio conquistasse a façanha de vencer os quatro Grand Slams seguidos, feito que não ocorre desde 1969, quando o australiano Rod Laver chegou à marca inédita.

O jogo

Atropelando todos à sua frente em Roland Garros, Rafael Nadal começou a partida a todo vapor. Logo de cara, no primeiro game, quebrou o saque de Djokovic e demonstrou que queria decidir rapidamente o duelo. O espanhol continuou caprichando em sua poderosa esquerda e contava com erros do sérvio para quebrar novamente o serviço do número 1 do mundo e abrir 3/0.

Foi aí que Djokovic resolveu acordar. O sérvio provou por que é o líder do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), começou a acertar a sua direita e fez Nadal correr em quadra, com isso devolveu as duas quebras e empatou em 3/3 no primeiro set.

No entanto, mesmo com a reação do sérvio, foi o espanhol que tomou as rédeas do set novamente. Sem desistir das bolas e cometendo poucos erros, o número 2 do mundo fechou a parcial em 6/4.

A partida continuou equilibrada no segundo set, com os dois tenistas trocando quebras de serviço. Irritado desde o início, Djokovic esbravejava quando perdia pontos e discutiu várias vezes com o seu técnico, Marián Vajda durante o jogo. Porém, na segunda parcial, após ter seu serviço quebrado, o sérvio perdeu a cabeça e bateu a sua raquete contra o banco em que senta nos intervalos.

Quando Nadal assumiu a dianteira na parcial, abrindo 5/3, próximo de abrir 2 sets a 0, a chuva aparaceu para atrapalhar a partida e a final foi suspensa. Logo que os tenistas voltaram à quadra, o espanhol fechou mais um set, com uma bela passada, abrindo 2 a 0 no placar.

Com a desvantagem no marcador, Djokovic não se entregou e quebrou o saque do espanhol no quinto game do terceiro set. O número 1 do mundo conseguiu encaixar seus golpes, castigando a direita do espanhol, que cometeu mais erros do que o normal, e fechou a terceira parcial por 6/2. Este foi o primeiro set perdido por Nadal nesta edição do torneio francês.

O sérvio começou melhor a quarta parcial e derrotava Nadal por 2 games a 1 no quarto set quando a chuva novamente apareceu. A partida foi interrompida imediatamente e uma lona foi colocada sobre a quadra, quando o cronômetro marcava 3h04min de jogo.

 

 

A chuva não cessou e forçou o adiamento da partida. Os dois tenistas continuaram a decisão da edição de 2012 de Roland Garros na segunda-feira. Nadal voltou melhor para a sequência do jogo e, logo de cara, quebrou o saque de Djokovic.

A chuva voltou a aparecer em Paris durante o décimo game do quarto set, e a partida chegou a ser interrompida por alguns minutos. Desta vez, a pausa durou pouco. O tempo rapidamente melhorou e os tenistas, que nem chegaram a deixar a quadra, retomaram a disputa.

Nadal voltou a quebrar o saque de Djokovic no 12º game, quando vencia o set por 6 a 5. O espanhol aproveitou-se do nervosismo do sérvio, que cometeu dupla falta, e comemorou seu sétimo título no Grand Slam francês.

 

veja também