MENU

Nadal briga com árbitro brasileiro, mas bate Berdych e vai à semifinal

Nadal briga com árbitro brasileiro, mas bate Berdych e vai à semifinal

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 2:21

Rafael Nadal discutiu com o árbitro brasileiro Carlos Bernardes e até ameaçou deixar a quadra, mas não deixou de jogar um belo tênis por causa disso. Em 1h54m, por 7/6(3) e 6/1, o número 1 do mundo derrotou Tomas Berdych nesta sexta-feira e garantiu, de forma invicta, sua vaga nas semifinais do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

O espanhol se classificou em primeiro lugar no Grupo A e vai enfrentar Andy Murray por uma vaga na decisão em Londres. O resultado ainda manteve Andy Roddick com chances no torneio. O americano, que precisava de uma vitória de Nadal sobre Berdych, agora depende apenas de si mesmo para avançar. Ele, no entanto, terá de derrotar Novak Djokovic por 2 sets a 0. Caso o sérvio vença um set, é ele quem avança para encarar Roger Federer na outra semifinal.

Lance duvidoso inicia confusão

Berdych entrou em quadra agressivo, disposto a atacar o backhand do número 1 do mundo. Logo no segundo game, o tcheco conseguiu duas chances de quebra, mas Nadal se salvou. Aos poucos, o espanhol entrou no jogo e passou a tirar proveito do baixo aproveitamento de primeiro serviço do adversário (41% na parcial). No quinto game, foi a vez de o espanhol ter dois break points, mas Berdych evitou os dois - primeiro, com uma passada na paralela e, depois, com um belo segundo saque cheio de efeito.

A partida seguiu dura, a temperatura subiu no 12º game, com Nadal sacando em 5/6. Com o placar em 15/15, o número 1 do mundo rebateu uma bola, mas logo pediu que o ponto fosse parado, alegando que a bola do adversário havia quicado fora. O árbitro de cadeira, o brasileiro Carlos Bernardes, também marcou bola fora. No entanto, o replay, pedido por Berdych, mostrou que a bola tocou de leve na linha, e o árbitro deu o ponto ao tcheco.

A decisão enfureceu o espanhol, que pedia que o ponto fosse disputado novamente, já que ele tinha rebatido a bola - a regra, no entanto, afirma que o ponto deveria ser mesmo dado ao tcheco, já que foi o número 1 que parou o ponto. Nadal discutiu com Bernardes e ameaçou deixar a quadra, mas acabou voltando e, vibrando muito a cada ponto, forçou o tie-break. O espanhol abriu o game de desempate com uma mini-quebra, abriu 3/0 e não desperdiçou um saque sequer. Por 7/3, fechou a parcial e garantiu sua vaga nas semifinais do ATP Finals.

Berdych não conseguiu manter o equilíbrio no segundo set. O tcheco escapou com seu serviço em um apertado segundo game, mas não resistiu no quarto. Nadal converteu a primeira quebra do jogo, abriu 4/1 em seguida deslanchou. No sexto game, Berdych cedeu nova quebra, desta vez com uma dupla falta, e Nadal fechou o jogo sem sustos em seguida.    

veja também