MENU

Nadal derrota Djokovic e mantém Andy Roddick vivo no ATP Finals

Nadal derrota Djokovic e mantém Andy Roddick vivo no ATP Finals

Atualizado: Quinta-feira, 25 Novembro de 2010 as 9:33

Rafael Nadal repetiu a dose da final do US Open e superou Novak Djokovic mais uma vez em uma quadra dura. Em 1h52m, em um jogo equilibrado apenas no primeiro set, o número 1 do mundo aplicou 7/5 e 6/2 e conquistou sua segunda vitória no ATP Finals, evento que reúne os oito melhores tenistas da temporada 2010.

De quebra, o espanhol manteve vivo no torneio o americano Andy Roddick, que daria adeus em caso de vitória de Djokovic. Após a rodada desta quarta-feira, Nadal lidera o Grupo A com duas vitórias em dois jogos, enquanto Djokovic e o tcheco Tomas Berdych empatam com um triunfo e uma derrota para cada. Roddick tem dois reveses, mas se classificará se vencer Djokovic por 2 sets a 0 e contar com uma vitória de Nadal sobre Berdych pelo mesmo placar.

Problema no olho incomoda

Djokovic entrou melhor em quadra, tomando vantagem do baixo aproveitamento de primeiros serviços de Nadal. O espanhol, porém, salvou um break point no segundo game e, aos poucos, foi encontrando seu ritmo costumeiro. No quinto game, o número 1 conseguiu uma quebra, cortesia de seguidos erros de Djokovic. A partida, no entanto, seguiu parelha, e o sérvio recuperou a igualdade em seguida, deixando o placar em 3/3.

No oitavo game, Djokovic reclamou de algo que incomodava sua visão. O médico do torneio aplicou um colírio, mas o sérvio seguiu reclamando. Após o game, pediu para ir até o vestiário. No seu retorno, os dois tenistas seguiram confirmando saques, até que Nadal conseguiu a quebra no 11º game. Djokovic ameaçou e teve três chances de quebra em seguida, mas o número 1 jogou como número 1: salvou-se com três pontos perfeitos e fechou o set em seguida.

Enquanto Djokovic recebia nova ajuda médica, Nadal reclamava de outra paralisação. O sérvio voltou para o jogo ainda incomodado e foi quebrado logo no primeiro game do segundo set. A vantagem do espanhol desmotivou de vez o número 3 do mundo, que perdeu outra vez seu serviço no terceiro game e viu o líder do ranking abrir 4/0. Depois disso, Nadal só precisou confirmar seu serviço até o fim do jogo e selar a fatura por 6/2.

veja também