MENU

Nadal enfim convence, atropela Soderling e vai à semi em Paris

Nadal enfim convence, atropela Soderling e vai à semi em Paris

Atualizado: Quarta-feira, 1 Junho de 2011 as 4:06

Nadal festeja sua primeira grande atuação em

Roland Garros este ano (Foto: Agência EFE)     O tênis de campeão finalmente deu as caras em Roland Garros este ano. Depois de três atuações abaixo da média e uma vitória sobre um rival fora do top 200, Rafael Nadal finalmente venceu e convenceu no saibro de Paris. Mostrando confiança e precisão dignas de um pentacampeão, o número 1 do mundo fez 6/4, 6/1 e 7/6(3), eliminou Robin Soderling e passou às semifinais.

O duelo desta quarta-feira foi o terceiro entre Nadal e Soderling, atual número 5 do mundo, nos últimos três anos em Roland Garros. Em 2009, nas quartas de final, o sueco se tornou o primeiro tenista a superar o espanhol na terra batida de Paris. No ano passado, os dois se reencontraram na decisão, e Nadal triunfou em sets diretos.

Em busca de seu sexto título no Grand Slam francês, Nadal, campeão em 2005-08 e 2010, enfrentará nas semifinais o escocês Andy Murray, número 4 do mundo, que derrotou o argentino Juan Ignacio Chela (34) por 7/6(2), 7/5 e 6/2.

Desde os primeiros games, ficou claro que Nadal estava em um dia dos bons. Errando pouco e contando com um pouco de afobação do adversário, o espanhol conseguiu duas quebras de vantagem e abriu 3/0. O sueco esboçou uma reação ao devolver a quebra no quarto game, graças a um slice errado do número 1, mas não passou disso. Sacando bem (83% de aproveitamento na parcial), Nadal manteve o serviço até fechar em 6/4.

No segundo set, Nadal foi muito superior. Jogando em nível ainda superior, o espanhol só perdeu o primeiro game. Em uma parcial quase perfeita, com apenas dois erros não forçados e sete bolas vencedoras (três a mais que Soderling), o número 1 venceu seis games seguidos e fez 6/1.

A sequência chegou a oito games, com Nadal abrindo 2/0 na terceira parcial, mas Soderling impediu que o oponente disparasse no placar jogando um ótimo terceiro game e devolvendo a quebra com uma paralela de esquerda. O jogo seguiu igual até o tie-break, graças a Nadal que salvou três break points no 11º game.

No game de desempate, Soderling faz 1/0, vencendo o ponto inicial no saque do espanhol, mas não manteve a regularidade. O sueco cometeu quatro erros seguidos, deixou Nadal abrir 4/1 e não encostou mais. Por 7/3, o número 1 do mundo avançou às semifinais.        

veja também