MENU

Nadal leva o penta em Roma e iguala recorde de Agassi

Nadal leva o penta em Roma e iguala recorde de Agassi

Atualizado: Domingo, 2 Maio de 2010 as 4:32

Rafael Nadal precisou de um bocado de esforço e um tanto de paciência para conquistar o pentacampeonato do Masters 1.000 de Roma e igualar, com 17 títulos na série, o recorde do americano Andre Agassi, superando o suíço Roger Federer. Neste domingo, a partida era contra um freguês, o compatriota David Ferrer. E, após 4h24m, incluindo duas longas interrupções por causa da chuva, o espanhol número 3 do mundo fechou em 7/5 e 6/2 e ergueu a taça pela quinta vez (2005, 2006, 2007 e 2009). De quebra, se manteve invicto em sets na temporada de saibro.

É o 38º título na carreira de Nadal, o segundo na temporada - ganhou também o Masters de Monte Carlo. A vitória deste domingo foi a 27ª em 29 jogos nas quadras de Roma. Contra Ferrer, o 11º triunfo em 13 confrontos.

Ferrer teve dificuldades de confirmar seu saque no primeiro game e, no quinto, salvou cinco break points. Depois do oitavo game, começou a chover em Roma, e a partida foi interrompida por 54 minutos.

De volta à quadra, Nadal, no 11º game, conseguiu uma chance de quebra depois de uma longa troca de igualdades e abriu 6 a 5. Foi para o saque, mas Ferrer devolveu o break point, o primeiro dele na partida. A chance, porém, foi desperdiçada com uma devolução de saque para fora. E, quando Nadal conseguiu o set point, Ferrer repetiu o erro, entregando a parcial em 1h07m de jogo.

Nadal conseguiu um duplo break point logo no primeiro game do segundo set. Ferrer salvou um delas com uma direita na diagonal. No outro, contou com um erro do adversário. Recuperou a vantagem três vezes e confirmou seu serviço depois de uma deixadinha.

O número 3 do mundo devolveu a deixadinha no primeiro ponto do terceiro game, depois de uma longa troca de bolas. Em um erro do adversário, chegou ao triplo break point, mas os desperdiçou. Ferrer, porém, deu duas chances seguidas a Nadal, e ele, desta vez, não titubeou. Abriu 2 a 1 e seguiu para o saque. A chuva, no entanto, voltou a cair, e os tenistas foram para os vestiários.

Só voltaram quase duas horas depois, quando o tempo total de partida já ultrapassava 4h. Os tenistas confirmaram seus saques e, no sétimo game, Nadal, já sem paciência, voltou a quebrar o serviço do adversário. Foi para o saque em 5 a 2 e, enfim, conseguiu selar a vitória que lhe garantiu o pentacampeonato, depois de 1h44m de bola rolando.

veja também