MENU

Nadal vai à final e vira torcedor para ganhar "presente" de aniversário

Nadal vai à final e vira torcedor para ganhar "presente" de aniversário

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2011 as 2:20

Aniversariante do dia, Rafael Nadal esteve sempre no controle na partida contra Andy Murray, pela semifinal de Roland Garros. O espanhol, de 25 anos, conseguiu chegar à final do Grand Slam francês ao eliminar o britânico por 3 sets a 0, com parciais de 6-4, 7-5 e 6-4. Após fazer a sua parte para tentar seu sexto título em Paris, Nadal vai para as arquibancadas e, como torcedor, espera ganhar um “presente”.

  O confronto entre Novak Djokovic e Roger Federer irá definir o seu rival na disputa pelo título. No entanto, as atenções de Nadal estarão divididas. O espanhol deve torcer para que o suíço vença o confronto [disputado nesta sexta-feira] para continuar na liderança do tênis mundial. Djoko, caso triunfe, irá tomar a ponta da ATP. Tudo que Nadal não deseja logo no dia de seu aniversário.

No primeiro encontro com Murray no saibro de Paris, Nadal já entrou pressionado em quadra. Ele precisava vencer para manter o posto de melhor do mundo. Uma derrota para o britânico significaria a sua saída da primeira posição no ranking. Por isso, Nadal começou o duelo com tudo.

  Ele tomou conta do jogo logo no início e evitou as tentativas do rival para abrir 5-1. Com a boa vantagem, o espanhol parou, se complicou ao perder um de seus serviços e teve que correr muito para fechar em 6-4. Pressionado, Nadal respondeu bem. No segundo set, Murray finalmente conseguiu quebrar o saque do adversário e deixou o jogo mais equilibrado. Com duas quebras para cada lado, o placar apontava 5-5. Foi neste momento decisivo que Nadal cresceu: quebrou o rival mais uma vez e confirmou logo em seguida para marcar 7-5.

Agressivo, Nadal iniciou a terceira parcial atrapalhando Murray. A vantagem de 2-0 deixou o tenista espanhol mais tranquilo. Mesmo pressionado diversas vezes pelo rival, o número 1 do mundo manteve a consistência para superar as dificuldades e fechar em novo 6-4. Agora é descansar e "secar" Djokovic.            

veja também