MENU

Neymar avalia trabalho na sub-20 e brinca com eleição de jornal uruguaio

Neymar avalia trabalho na sub-20 e brinca com eleição de jornal uruguaio

Atualizado: Sexta-feira, 31 Dezembro de 2010 as 7:51

Em cinco dias na Granja Comary, Neymar causou uma verdadeira histeria entre as fãs durante a sua estadia em Teresópolis. Sempre que aparecia no gramado do CT da CBF, na região serrana do Rio, o craque do Santos e da Seleção Brasileira sub-20 ouvia o seu nome ser berrado pelas torcedoras. Isso sem falar nas inúmeras propostas que ouviu de longe e até achou graça. E foi justamente após esse período que o jogador fez uma avaliação do trabalho realizado no time canarinho visando o Sul-Americano da categoria, em janeiro, no Peru. A competição dá duas vagas para as Olimpíadas de 2012, em Londres, e quatro para o Mundial, em julho, na Colômbia.

Neymar cobra pênalti na vitória da Seleção Brasileira sub-20 sobre o Cabofriense

(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)   No balanço feito pelo jogador logo após a vitória da Seleção sub-20 por 3 a 1 sobre o Cabofriense, o convívio do grupo na Granja Comary tem sido perfeito. No bate-papo com os jornalistas, Neymar ainda brincou com a eleição do jornal uruguaio "El País" que o colocou em terceiro na escolha do melhor atleta das Américas.

Confira abaixo a entrevista com o atacante do Santos e da Seleção sub-20:

GLOBOESPORTE.COM: Como você avalia esse período de treino na Granja?

NEYMAR : Foram dias maravilhosos. Fui muito bem recebido pelo grupo, estou feliz de estar treinando e no mesmo time deles.

E o assédio das fãs? Já está acostumado?

N: É maravilhoso. Busquei essa situação. Como estou na Seleção principal, eu sou o mais assediado, mas os meus companheiros também vão conseguir o espaço deles. Daqui a pouco, alguns vão estar na Seleção principal comigo.

Neymar distribui autógrafos para os fãs na Granja

(Foto: Márcio Iannaca / GLOBOESPORTE.COM)   Você costuma se comunicar com os fãs no Twitter (microblog da internet). O que acha desse meio de comunicação com os torcedores?

N: É para expor um pouco da minha vida pessoal. Os fãs querem saber um pouco mais do que eu faço. Tento me comunicar com os fãs dessa maneira. Só não dá para responder todo mundo porque é muita gente, mas eu tento (risos).

Qual é a diferença da Seleção principal para a sub-20?

N: Na principal existe uma mistura de atletas jovens com experientes, aqui não. São apenas os mais jovens. Todo mundo brinca, todos têm a mesma idade. Fica ainda mais fácil a convivência.

Em eleição realizada pelo jornal "El País", você ficou com a terceira posição como melhor alteta das Américas em 2010. O que acha da indicação?

N: Fico feliz por ter tido mais uma indicação nesse ano maravilhoso. Mas se eu fiquei atrás do Verón e do D'Alessandro, significa que eu sou o primeiro brasileiro da lista. Fico mais feliz ainda com essa situação (risos).     Por Márcio Iannacca Direto de Teresópolis, RJ

veja também