MENU

Neymar chegará ao Mundial na 'correria'. Messi teve até férias em 2011

Neymar chegará ao Mundial na 'correria'. Messi teve até férias em 2011

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 11:34

Protagonistas de Santos e Barcelona, respectivamente, Neymar e Messi estarão no centro das atenções no Japão, em dezembro, durante o Mundial de Clubes da Fifa. Os craques estarão frente a frente no dia 18 de dezembro, em Yokohama, disputando o título - isso se não pintar nenhuma zebra nas semifinais. Messi, inteiro, com menos jogos disputados e já tendo curtido 22 dias de férias entre julho e agosto. Neymar, numa intensa maratona entre jogos do Santos, Seleções Brasileiras principal e sub-20, além de não ter tido recesso.

Neymar e Messi podem duelar em dezembro (Foto: Ricardo Saibun / Site Oficial do Santos e Agência Reuters) Até o momento, Messi disputou apenas cinco jogos a menos que Neymar em 2011. O argentino jogou 56 vezes. O santista, 61. Só que o craque do Peixe praticamente não parou desde o início do ano passado. Disputou o Paulistão, a Copa do Brasil e o Brasileirão de 2010. Teve uma semana de folga no Natal e já se juntou à Seleção Brasileira sub-20 para o Pré-Olímpico da categoria, no Peru. Voltou direto para a disputa da Taça Libertadores. Emendou Paulistão, Copa América e Brasileirão.

Já Messi, campeão espanhol e europeu no primeiro semestre, pôde descansar após a disputa da Copa América. A Argentina foi eliminada nas quartas de final, e o astro da equipe catalã, aproveitando o fim da temporada espanhola, descansou de 17 de julho a 7 de agosto. O Brasil também caiu nas quartas de final, diante do Paraguai, dia 17 de julho. Dez dias depois, no entanto, Neymar estava em campo para enfrentar o Flamengo, no histórico confronto vencido pelos cariocas por 5 a 4, na Vila Belmiro. O astro santista teve atuação memorável, apesar da derrota, marcando dois golaços.

Messi x Neymar em 2011: brasileiro faz mais jogos até agora e com mais desgaste (Foto: arte esporte) Preocupada com a maratona de Neymar, a comissão técnica do Santos planeja dar descanso para o principal jogador da equipe assim que o time estiver livre do risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O atacante, porém, garante não se sentir cansado. Reconhece que não teve muito tempo para respirar desde o ano passado, mas diz que não se sente incomodado.   - Quero sempre jogar. Se não estou machucado, gosto de estar em campo.

O craque explica que não são os jogos ou treinos que o atormentam. O que ele não gosta é de ficar trancado em concentrações. Problema que Messi não enfrenta tanto, já que na Europa o regime de concentrações é muito mais leve: quando o jogo é em casa, os jogadores do Barça chegam ao estádio por volta das 12h do dia da partida, para o almoço. Quando é visitante, a delegação viaja um dia antes do confronto.

- Ficar preso 200 dias por ano é complicado. Tenho apenas cem dias para ver todo mundo. Mas acho que vou colher lá na frente. Quando olhar para trás, acredito que vou ver que valeu a pena ficar tanto tempo concentrado - conclui Neymar.        

veja também