MENU

Neymar escorrega, rala a coxa e deixa treino da sub-20 em Arequipa

Neymar escorrega, rala a coxa e deixa treino da sub-20 em Arequipa

Atualizado: Sexta-feira, 11 Fevereiro de 2011 as 8:50

O atacante Neymar deu um susto na comissão técnica da Seleção Brasileira sub-20. Sob forte chuva, no treino desta quinta-feira, em Arequipa, no Peru, o jogador escorregou ao chutar uma bola, ralou a coxa e deixou a atividade para colocar uma proteção no local. Ao retornar, o atleta seguiu mancando e foi retirado do trabalho por precaução pela comissão técnica canarinho. A tendência é que ele não seja problema para a partida diante do Uruguai, no sábado, às 0h10m (de Brasília), no Estádio Universidad Nacional San Agustín.

O médico Márcio Tannure atendeu ao jogador ainda dentro do campo em Cayma e fez uma proteção no local. Neymar ainda permaneceu mais alguns minutos no gramado, mas foi sacado pelos assistentes Eder Bastos e Moacir Pereira, que comandavam o treino.

- Não tem nenhum tipo de problema. Saiu a casca do machucado antigo e ele está sentindo um pouco de dor, mas não é nada demais - explicou Tannure.

O local é o mesmo que Neymar ralou na vitória por 5 a 1 sobre o Chile, na estreia do hexagonal final. Na ocasião, o jogador bateu na proteção de concreto que separa o campo da faixa de areia no Estádio Universidad Nacional San Agustín. O atacante vinha participando dos treinos e dos jogos com uma proteção no local.

Neymar é o principal reforço da equipe para a decisão do Sul-Americano sub-20, no próximo sábado, contra o Uruguai. Para ficar com o título, o time canarinho precisar derrotar a Celeste, que tem um ponto mais na tabela de classificação (10 contra 9).

No treino realizado no Estádio Municipal de Cayma, que fica a 20 minutos do Hotel Libertador, concentração da equipe em Arequipa, apenas oito jogadores participaram da atividade. O restante do grupo fez um trabalho na academia por cerca de uma hora.

A vaga olímpica está praticamente sacramentada pela Seleção Brasileira. A equipe comandada por Ney Franco só não vai aos jogos se perder para o rival do fim de semana e a Argentina golear por diferença de seis gols.   por: Marcio Iannaca

veja também