MENU

Neymar iguala marca de Caio, que brinca: 'Olha ele querendo me imitar'

Neymar iguala marca de Caio, que brinca: 'Olha ele querendo me imitar'

Atualizado: Quarta-feira, 19 Janeiro de 2011 as 8:30

Neymar conquistou um feito raro com a camisa da Seleção Brasileira que busca uma vaga nas Olimpíadas: marcar quatro gols em uma mesma partida. Na madrugada desta terça-feira, o craque da sub-20 balançou quatro vezes a rede do Paraguai, em Tacna, no Peru, pelo Sul-Americano da categoria, que dá duas vagas para os Jogos de Londres, em 2012. Somente outro atacante canarinho havia conseguido a marca em um PréOlímpico: Caio Ribeiro, atual comentarista da TV Globo, em 1996.

A vítima de Neymar em 2011 foi o Paraguai na última madrugada no 4 a 2. Em 1996, Caio foi o algoz da Bolívia, na vitória de 4 a 1 em Tandil, na Argentina, no dia 23 de fevereiro. No bate-papo com o GLOBOESPORTE.COM, o ex-jogador brincou com o feito do craque da sub-20.

- Olha o Neymar querendo me imitar (risos) - afirmou Caio, por telefone.

E quem pensa que as lembranças ficaram no passado, que nada. Caio tem todos os lances da partida na cabeça.

- Foi o único jogo oficial que eu fiz quatro gols. Cheguei a fazer seis no Napoli, mas era amistoso em fase de pré-temporada. Lembro bem desse jogo. O primeiro gol foi num rebote do goleiro, que soltou um chute do Juninho (Paulista). O segundo foi num cabeceio no segundo pau. No terceiro, a defesa tentou fazer linha de impedimento e eu fiquei cara a cara com o goleiro. O quarto foi o mais legal: foi uma arrancada do Roberto Carlos,que cruzou, mas a bola passou um pouco de mim e eu tive de me atirar, meio num carrinho-voleio, para acertar - relembrou o atacante.

Mas não é só Caio Ribeiro que ficará com o jogo gravado na cabeça. Neymar classificou a atuação diante dos paraguaios como uma das melhores da carreira.

- Foi uma das melhores da minha vida por eu ter feito quatro gols. Dedico essa atuação a Deus e aos meus companheiros. Mas eu penso da seguinte forma: se o Bruno Uvini não corresse e a defesa não fizesse o seu papel, eu não conseguiria fazer os quatro gols. Agradeço a todos os meus companheiros por tudo o que eu fiz - disse o atacante da sub-20.

Principal estrela da sub-20, em Tacna, Neymar foi chamado de "novo Pelé" pelos peruanos. Para Caio, o atacante do Peixe consegue resolver os jogos com lances de genialidade, bem diferente de seu estilo nos tempos de profissional.

- O Neymar é um craque. Se tiver a cabeça no lugar tem tudo para ser o melhor do mundo. No nível do Messi. Eu sempre fui aquele jogador que precisei do conjunto. Já o Neymar joga sozinho. Quando o jogo está duro, mete bola nele que ele resolve - afirmou Caio Ribeiro.

Na próxima quinta-feira, quem não conseguiu assistir à atuação de gala de Neymar diante dos paraguaios terá a oportunidade de presenciar uma nova apresentação do craque. A Seleção Brasileira sub-20 volta a campo para enfrentar a Colômbia, em Tacna, pela segunda rodada do Grupo B do Sul-Americano da categoria.

Por: Márcio Iannacca e Zé Gonzalez

veja também