MENU

No adeus, Zé Love avisa: vai desbancar Totti como galã na Itália

No adeus, Zé Love avisa: vai desbancar Totti como galã na Itália

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 3:42

                                    Negociado com o Genoa, da Itália, o ex-santista Zé Eduardo deu uma festa no último fim de semana, em Promissão (SP), sua terra natal, para se despedir da família e dos amigos.

Na Itália, Zé Love será “Giuseppe Amore”. Ele já conheceu as instalações do Genoa e, pelo pouco que viu em seu novo país, diz ter certeza que continuará com fama de sex symbol.

- Pelo que eu vi quando estava na Itália, vi que o povo vê o Totti como um dos mais belos, mas já vi a foto e não dá para o Totti. É só você focar no Zé Love que não tem como, eu sou o mais belo da Itália agora.       Com seus atributos, Zé Eduardo acredita que possa desbancar Totti  (Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Zé Love é o filho mais ilustre da cidade, que está a 450 quilômetros de São Paulo. Todos os 38 mil habitantes o conhecem. E ele sempre retribuiu o carinho, usando uma camiseta com o nome da cidade em momentos marcantes, como nas finais da Libertadores e do Paulistão.

- Tudo que ele tem hoje ele mereceu, porque toda vez que ele foi campeão ele representou o nome da cidade, 100% Promissão – disse Renan, um dos muitos amigos do atacante.

Pelo Santos, em um ano e meio, Zé Love fez 27 gols – uma boa média, apesar do jejum durante as fases finais de Libertadores e Paulistão. A fama de perder “gols feitos” vem desde a infância, segundo os amigos.

- Quando você não esperava, ele fazia. Mas quando você falava vai fazer, ele errava – disse Jairo Brasil, outro amigo do jogador.     Totti: preocupado com Zé Love? (Foto: AFP)

    Pelo conjunto da obra, mas especialmente pelo gol perdido na final da Libertadores contra o Peñarol, Zé Love ganhou a camisa do Inacreditável Futebol Clube. Até Neymar havia pedido. Sem perder o bom humor, o atacante botou a culpa no ex-colega Ganso pelo erro.

- Confortável não ficou não, mas eu assumo, acho que quando a gente erra a gente tem que assumir, infelizmente aconteceu. Mas olha o Ganso, pode até perguntar pro Ganso, foi ele quem errou o gol, não eu.

- E vamos lembrar dos momentos bons, que com certeza foram muito mais momentos bons do que ruins – emendou Zé Love, que conquistou quatro títulos pelo Santos: dois Paulistas, uma Libertadores e uma Copa do Brasil.          

veja também