MENU

No jogo mil de Ceni, São Paulo busca a ponta contra um Galo

No jogo mil de Ceni, São Paulo busca a ponta contra um Galo

Atualizado: Quarta-feira, 7 Setembro de 2011 as 8:53

Um dia de festa para a torcida tricolor. Afinal, é dia de ver Rogério Ceni, o seu principal ídolo recente, comemorar a expressiva marca de mil jogos pelo time do coração. Mas, para o São Paulo, a partida desta quarta-feira, contra o Atlético-MG, vale muito mais do que isso. Vale a chance de, após 16 rodadas, ter a chance de novamente dormir na liderança do Campeonato Brasileiro, feito que será alcançado com uma vitória no estádio do Morumbi. A tarefa, no entanto, não será fácil por dois motivos.

Companheiros no São Paulo durante cinco anos, o recordista Rogério Ceni

 e o volante Richarlyson serão rivais na tarde desta quarta-feira, no estádio

do Morumbi  (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)

  O primeiro é que jogar diante do seu torcedor neste nacional tem sido um tormento para os comandados de Adilson Batista. Além disso, o Galo, mesmo seguindo na zona de rebaixamento, deu sinais de recuperação nas últimas duas rodadas com as vitórias sobre Atlético-PR, na Arena da Baixada, e Avaí, em Sete Lagoas. Uma vitória sobre o São Paulo, na casa do adversário, seria a amostra definitiva de que o time tem condições de deixar a turbulência para trás.

A partida terá arbitragem de Heber Roberto Lopes (Fifa/PR), auxiliado pelos também paranaenses Gilson Bento Coutinho e José Carlos Dias Passos. A TV GLOBO transmite a partida para os estados do RS, PR, SP, MS, MT, PE, MA (exceto Balsas) e PA (exceto Santarém), além do canal Premiere 1 para todo o Brasil. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.

São Paulo: após interromper uma sequência de cinco partidas sem vitória com um triunfo de 2 a 1 sobre o Figueirense, em Florianópolis, no último sábado, o São Paulo foi beneficiado por derrotas de Corinthians, Flamengo e Vasco e, de quinto colocado, voltou a sonhar com a liderança do Campeonato Brasileiro, feito que será alcançado em caso de uma vitória.

Atlético-MG: a partida contra o São Paulo é encarada no Atlético-MG como o momento de superação. Embora o returno tenha começado com duas vitórias, os adversários (Atlético-PR e Avaí), assim como o Galo, brigam contra o rebaixamento. Uma vitória diante os paulistas, atual vice-líder da competição, dará moral para que o time continue em boa fase. Além disso, dependendo de outros resultados da rodada, o Atlético-MG poderá deixar a zona de rebaixamento.

São Paulo: se na partida passada Adilson Batista teve 12 desfalques e quebrou a cabeça para montar o time, na partida desta quarta-feira a situação é bem diferente. Em relação ao jogo contra o Figueirense, serão cinco novidades: Jean, Juan e Wellington (livres de suspensão), Lucas (que estava na Seleção Brasileira) e Dagoberto (liberado pelo departamento médico). O time entrará em campo com: Rogério Ceni; Jean, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Cícero; Lucas e Dagoberto.

Atlético-MG: o técnico Cuca tem apenas uma dúvida sobre o time que entrará em campo. O volante Serginho poderá começar no lugar do meia Bernard. No único coletivo da semana, Cuca escalou o meio-campo com Pierre, Fillipe Soutto, Serginho e Daniel Carvalho. Os demais setores deverão ter os mesmos jogadores da última partida, na vitória sobre o Avaí. Com isso, o Galo deverá entrar em campo com Renan Ribeiro; Mancini, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Fillipe Soutto, Serginho e Daniel Carvalho; André e Neto Berola.

São Paulo: Luis Fabiano, Bruno Uvini, Denilson, Cañete e Fernandinho (machucados) e Iván Piris (na seleção paraguaia).

Atlético-MG: sem jogadores suspensos, os únicos que estão fora são os que estão no departamento médico, casos do lateral-esquerdo Leandro e do meia Renan Oliveira.

São Paulo: Dagoberto, Rogério Ceni e Henrique.

Atlético-MG: André, Dudu Cearense, Guilherme, Guilherme Santos, Magno Alves, Neto Berola, Patric, Renan Ribeiro, Richarlyson e Toró.

São Paulo: na partida desta quarta, o personagem não poderia ser outro: Rogério Ceni, que chegará ao milésimo jogo de sua carreira e completará nesta quarta-feira a mraca de 21 anos dentro do São Paulo. Após um período de irregularidade, o goleiro voltou a ser decisivo com grandes atuações.

Atlético-MG: o atacante André tem apenas três gols neste Brasileirão, mas o jogador requer atenção dos adversários. Na última partida, contra o Avaí, André teve boas chances de marcar, principalmente em jogadas de Daniel Carvalho. Mantido o entrosamento, a tendência é que a parceria comece a dar certo.

Rogério Ceni, goleiro do São Paulo: "Jogo festivo é para quem vai ao estádio. Para mim, é um jogo, vou trabalhar e não fazer festa. Eu preciso ganhar. Temos a chance de buscar a liderança e espero que o Morumbi esteja cheio. Nesse momento, o apoio do torcedor será fundamental."

  Cuca, técnico do Atlético-MG: “Eles têm um time completo. Um bom time. O São Paulo é vice-líder, nós estamos na zona do rebaixamento. Eles jogam em casa, com a torcida toda ao lado. Por essas razões, o favoritismo é do São Paulo, mas estamos com vontade de vencer, podem ter certeza”.

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* A palavra equilíbrio define bem a história dos confrontos entre São Paulo e Atlético-MG na história do Campeonato Brasileiro. Em 43 partidas disputadas, cada time venceu 14 vezes e aconteceram 15 empates. Os paulistas marcaram 59 gols e os mineiros, 47.

*  Uma partida entre São Paulo e Atlético-MG não termina empatada sem gols há quatro anos ou sete partidas. A última vez que isso aconteceu foi no dia 5 de setembro de 2007, em partida que foi disputada no estádio do Mineirão.

* As duas equipes já decidiram em duas ocasiões o título do Campeonato Brasileiro. Em 1971, houve um triangular juntamente com o Botafogo e o Galo acabou ficando com o título. Seis anos depois, foi a vez do Tricolor comemorar o seu primeiro nacional, com uma vitória nos pênaltis em Belo Horizonte, após empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação.

No dia 8 de junho deste ano, Atlético-MG e São Paulo se enfrentaram pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro em Sete Lagoas. O time ainda comandado por Paulo César Carpegiani levou a melhor e venceu por 1 a 0, gol marcado pelo volante Casemiro, em chute da entrada da área, aos 21 minutos do primeiro tempo.        

veja também