MENU

No Morumbi, líder São Paulo busca a paz contra um Botafogo em ascensão

No Morumbi, líder São Paulo busca a paz contra um Botafogo em ascensão

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 8:54

Um duelo que não termina empatado há 25 anos. De um lado, um São Paulo que vinha atropelando tudo e a todos no Campeonato Brasileiro, com cinco vitórias em cinco jogos, mas que perdeu o rumo na última rodada ao ser goleado impiedosamente pelo Corinthians por 5 a 0. E que por isso, necessita da reabilitação a qualquer custo para afastar o princípio de crise das imediações do Morumbi.  Do outro, um Botafogo que está em franco crescimento no nacional. Após ser derrotado pelo Palmeiras na estreia, a equipe de Caio Júnior somou três vitórias e dois empates nas últimas partidas. Tamanha evolução fez os cariocas entrarem no G-4.

Rogério Ceni e Maicossuel são duas das atrações do duelo  (Foto: Montagem sobre foto da VIPCOMM)

  Com tantos ingredientes, a expectativa é que tricolores e alvinegros ignorem o frio e façam uma grande partida no estádio do Morumbi, a partir das 21h50m. Para apimentar ainda mais o duelo, vale lembrar que uma partida entre as duas equipes não termina empatada há 33 anos ou 25 partidas. A última igualdade foi registrada no dia 7 de dezembro de 1986, no Maracanã.

A partida será transmitida para todo o país pela TV Globo, com exceção dos estados de SC, PR e SP. Na BA, o duelo será exibido para a cidade de Salvador e, em PE, para Caruaru. Outra opção é acompanhar o jogo pelo canal Premiere, através do sistema pay-per-view. O GLOBOESPORTE.COM acompanhará o duelo em Tempo Real, com vídeos exclusivos.  O goiano Elmo Alves Resenda da Cunha apitará a partida. Ele será auxilado pelos também goianos Fabrício Vilarinho da Silva e Christian Passos Sorence.

São Paulo: mais do que a vitória para buscar a reabilitação, a partida desta quarta-feira é importante para mostrar que, apesar dos desfalques, o time tem elenco suficiente para brigar pelas primeiras colocações no nacional. Vale lembrar que, em caso de empate no Morumbi e vitória do Corinthians em Salvador sobre o Bahia, a equipe perderá a primeira colocação.

Botafogo: uma vitória contra o São Paulo não só garante a permanência no G-4, como ainda aproxima o time alvinegro da liderança. Mesmo sem poder contar com Felipe Menezes e com Renato, a equipe vem conquistando bons resultados e ganhando confiança. Uma vitória contra o líder fora de casa pode ser o ingrediente necessário para ter a certeza de uma boa campanha no Brasileiro.

São Paulo: como já virou rotina desde que chegou ao clube do Morumbi, Paulo César Carpegiani será obrigado a mexer na escalação. Para o duelo contra os cariocas, ele terá os reforços de Rodrigo Souto e Juan, que cumpriram suspensão automática na goleada sobre o Corinthians, e de Casemiro, que se recuperou de uma amigdalite. Em compensação, são vários os desfalques. A equipe deverá atuar com: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan; Rodrigo Souto, Casemiro, Rodrigo Caio (Ilsinho) e Marlos; Henrique e Fernandinho.

Botafogo: Caio Junior deve manter a mesma equipe que venceu o Grêmio, no último domingo. A exceção é a entrada de Somália na vaga de Marcelo Mattos, que está suspenso. O time deve ser escalado com: Renan, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Marcio Azevedo; Lucas Zen, Somália, Everton, Elkeson e Maicosuel; Herrera..

São Paulo: Rhodolfo e Luis Fabiano (machucados - o segundo ainda não atuou pelo São Paulo desde o retorno ao Brasil), Carlinhos Paraíba e Wellington (suspensos), Lucas (na Seleção Brasileira que disputará a Copa América), Miranda (contrato se encerra nesta quarta e ele já foi liberado pelo clube) e Dagoberto (liberado por Carpegiani após o nascimento do filho).

Botafogo: Marcelo Mattos recebeu o terceiro amarelo contra o Grêmio e desfalca a equipe. Cortês, com uma torção no joelho direito, também está fora da partida deste domingo. Loco Abreu, Arévalo e Jefferson disputam a Copa América.

Fernandinho (São Paulo): após se recuperar de uma lesão na perna direita que o afastou dos gramados por um mês e meio, o atacante teve fraca atuação na goleada sobre o Corinthians. Nesta quarta, sem Lucas e Dagoberto, o camisa 12 vira o principal atacante do esquema de Carpegiani e espera finalmente voltar a mostrar um bom futebol.

Lucas Zen (Botafogo) –  tem sido o ponto de equilíbrio do Botafogo. Com boa marcação, garante a proteção à defesa, mas também é o responsável por ajudar na armação de jogadas, principalmente pelo lado direito.

Rodrigo Souto (volante do São Paulo) – "Os grandes só se mostram assim quando se levantam de grandes quedas. Temos de levantar a cabeça, bater a poeira e encarar a partida do mesmo modo que fizemos depois de perder para o Avaí (quando foram eliminados da Copa do Brasil). É importante mostrar essa grandeza rápido para não viver uma semana cheia com a goleada martelando na cabeça"   Caio Júnior (técnico do Botafogo) – "Pode ser um jogo interessante na tabela. O São Paulo é o líder e ganhando pode abrir vantagem, mas se a gente vencer vamos diminuir a distância para o primeiro colocado. Vamos fazer de tudo para sair com três pontos, o que seria fantástico para criar um espírito de equipe que quer chegar”

  * Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* O São Paulo atuará pela 13ª vez no estádio do Morumbi na temporada 2011. Até agora, o time tem aproveitamento de 80,5% dos pontos disputados, fruto da seguinte campanha: nove vitórias, um empate e duas derrotas. O ataque marcou 22 gols e a defesa sofreu sete.

  * O Tricolor não sabe o que é vencer o rival carioca desde o primeiro turno do Brasileirão de 2009, quando fez 3 a 1 no Morumbi. De lá para cá, foram três partidas e três derrotas..

* Nas 47 partidas disputadas entre as duas equipes, é difícil os visitantes terem êxito. O Botafogo venceu apenas três vezes no Cícero Pompeu de Toledo e o São Paulo só ganhou em quatro ocasiões no Rio de Janeiro.

* A maior goleada da história do confronto pertence aos paulistas. No dia 30 de novembro de 1986, o Tricolor marcou 5 a 0 no Botafogo, gols marcados por Careca (3), Muller e Silas. O maior triunfo botafoguense foi no Nacional de 1994: 4 x 0 no estádio de Caio Martins, em Niterói, gols de Túlio Maravilha (3) e Rogério.

A última partida entre São Paulo e Botafogo foi registrada no dia 12 de setembro de 2010 e o time carioca não teve a menor dificuldade para vencer por 2 a 0, no Engenhão, gols marcados por Loco Abreu e Edno (veja ao lado os melhores momentos da partida)          

veja também