MENU

No reencontro com Obina, Joel Santana prevê: 'Vai ser um tormento'

No reencontro com Obina, Joel Santana prevê: 'Vai ser um tormento'

Atualizado: Terça-feira, 26 Outubro de 2010 as 4:40

Quando estava em apuros durante as partidas no comando do Flamengo, Joel Santana chamava Obina no banco de reservas e dava uma simples instrução: “Entra lá e resolve para mim.” Normalmente, o pedido era atendido, e foi assim que o atacante tornou-se personagem e ídolo da Gávea. Neste sábado, entretanto, "pai" e "filho" estarão de lados opostos na partida entre Atlético-MG e Botafogo.

Mas conhecer Obina tão bem não é suficiente para Joel Santana sentir-se tranquilo. O técnico acompanhou atentamente a atuação destacada do atacante, que marcou três gols no clássico contra o Cruzeiro, no último domingo. Por isso, está certo de que sua defesa não terá facilidade na Arena do Jacaré.

- Vai ser um tormento. Não fica mais fácil marcar por conhecê-lo bem, mas vou ver se consigo dar um jeito - disse o treinador.

Joel Santana lembrou que conheceu Obina quando ele subia para os profissionais do Vitória. Na Gávea, reencontrou o jogador que marcava gols importantes ao mesmo tempo em que lutava contra a balança. Mas na análise do técnico do Botafogo, o atacante vive grande momento nos dois aspectos.

- Está em forma, sim. Caso contrário, não faria gols com aquela velocidade, como no domingo. O Obina é um dos meus adotados, fez muito por mim. É um jogador que todo mundo quer, porque marca muitos gols. Temos que cuidar dele - frisou.

Por: Gustavo Rotstein

veja também