MENU

Nova vitória do Orson, destaque da terceira etapa da Copa Mitsubishi Motors

Nova vitória do Orson, destaque da terceira etapa da Copa Mitsubishi Motors

Atualizado: Quarta-feira, 11 Junho de 2008 as 12

Nova vitória do Orson, destaque da terceira etapa da Copa Mitsubishi Motors

Warm Up da Rolex Ilhabela Sailing Week teve mais um dia de sol, ventos constantes e duas regatas na Ponta das Canas, em Ilhabela

O final de semana foi perfeito para uma competição de vela em Ilhabela. Sol e ventos constantes compuseram o cenário da abertura da terceira etapa da Copa Mitsubishi Motors 2008, que realizou quatro regatas. Nas duas provas do domingo, 08 de junho, o destaque novamente foi o Orson, vencedor da primeira regata e terceiro na segunda da classe ORC Internacional. Com isso, o barco que acabou de chegar da Argentina acumulou três vitórias, somadas as duas do sábado. Em segundo ficou o favorito Touché/Safra,ganhador da segunda regata do domingo. A terceira etapa, conhecida como Warm Up da 35ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, será concluída no próximo final de semana, 14 e 15 de junho.

Depois de realizar as competições no sábado no Canal de São Sebastião, a Comissão de Regatas do Yacht Club de Ilhabela, organizadora do evento, preferiu não arriscar e montou as regatas do domingo na Ponta das Canas, no norte de Ilhabela, local de ventos mais fortes e constantes. A estratégia deu certo e os 45 barcos participantes disputaram duas regatas de cerca de 5 milhas náuticas cada (cerca de 9 quilômetros) na tarde do domingo, com ventos de 9 nós em média.

Na ORC Internacional, que reúne os barcos mais modernos e velozes da atualidade, o Orson, comandado por Carlos Eduardo Souza e Silva, mostrou mais uma vez que poderá dar trabalho aos favoritos da Rolex Ilhabela Sailing Week, marcada para 6 a 12 de julho. Completou a terceira vitória consecutiva, seguido do Montecristo, Asa Alumínio e Touché/Safra. Na segunda regata do dia, o favorito Touché finalmente andou bem e venceu, com o Asa Alumínio em segundo, Orson e Montecristo, a seguir. O Touché, de Ernesto Breda, é o antigo barco argentino Matador, vice-campeão em Ilhabela em 2006, e está credenciado para lutar pelo título desta edição.

"O barco mediu muito bem na nova regra e está rápido. Aproveitamos o final de semana para treinar a tripulação e não esperávamos resultados tão positivos", explicou Carlos Eduardo Souza e Silva, que acabou de comprar na Argentina o veleiro de 36 pés, Malbec 360 Racer, modelo de cruzeiro adaptado para regatas pelo projetista Alejandro Irigoien. A estréia aconteceu há duas semanas, na Semana de Angra dos Reis, com o vice-campeonato.

Assim como no sábado, o Sony Handycam competiu neste domingo, mas não teve seus resultados computados. O veleiro fez várias reformas e tirou novo certificado, que só chegará a Ilhabela na próxima semana, quando o seu resultado nas quatro regatas será somado. Por isso, a classificação deste final de semana poderá sofrer mudanças.

A ORC 600 teve dois momentos distintos. No sábado, o Realizado, de José Luiz Apud, ganhou as duas regatas. No domingo, o destaque ficou com o Kawabunga, de Alberto Gaydis Jr., também com duas vitórias. A ORC 700 disputou três regatas apenas e o veleiro Max, de Anderson Luiz Baison, ganhou duas vezes e fez um quarto lugar. A RGS A teve dois destaques: Atmosphera, de Paulo Diamante, que venceu as duas regatas do domingo mas ficou em nono no sábado, e Jylic II, de Martin Bonato, o mais regular, com dois terceiros e um segundo lugares. Na RGS B, domínio total do Fandango, com três vitórias. A HPE apresentou o Bond Girl, de Rick Wanderley, como o mais bem sucedido do final de semana com duas vitórias, um segundo e um terceiro lugares.

veja também