MENU

"Nunca mais vai acontecer", diz Wladimir sobre invasão corinthiana ao Maracanã

"Nunca mais vai acontecer", diz Wladimir sobre invasão corinthiana ao Maracanã

Atualizado: Sexta-feira, 3 Setembro de 2010 as 4:45

No episódio que ficou conhecido como o "maior deslocamento humano em tempos de paz", mais de 70 mil corintianos invadiram o Maracanã para acompanhar a vitória nos pênaltis sobre o Fluminense após empate por 1 a 1 na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1976.

"Aquilo é histórico e tenho certeza que não vai acontecer nunca mais. Nós ficamos assustados e pensamos: 'opa, estamos em casa'. Entrar em campo e ver aquilo dividido foi terrível", disse o ex-lateral Wladimir em entrevista aos jornalistas Flávio Prado e Chico Lang, da TV Gazeta.

Escalado para bater o último pênalti, Basílio revela que tentou se livrar da responsabilidade. "Eu posso bater, mas o último, não. Eu pedi ao (técnico) Duque: 'põe o Zé'", lembra o ex-jogador, que não precisou cobrar, já que o goleiro Tobias defendeu os chutes de Rodrigues Neto e Carlos Alberto Torres.

veja também